Problema de mortais: Collor tem prazo para pagar pensão a ex-mulher

Em caso de negativa, a Justiça pode penhorar seu salário de senador

Problema de mortais: Collor tem prazo para pagar pensão a ex-mulher

Em caso de negativa, a Justiça pode penhorar seu salário de senador

Por | Edição do dia 12 de julho de 2016
Categoria: Notícias, Política


O senador e imortal da Academia Alagoana de Letras, Fernando Collor de Mello, está enfrentando um problema comum aos “meros mortais”: ele tem até o dia 8 de agosto para pagar a pensão alimentícia de sua ex-esposa, Rosane Malta, sob pena de ter seu salário de senador penhorado.

A decisão foi publicada na Coluna Painel, da Revista Veja, e tem repercutido em veículos de comunicação nacional, os quais ainda usam o nome “Rosane Collor”.

O pedido de penhora veio da defesa da ex-mulher e foi feito na 27ª Vara de Família de Alagoas com base em uma decisão transitada em julgado no Superior Tribunal de Justiça (STJ) que obriga Collor a dar dois apartamentos de R$ 3,4 milhões, dois carros Toyota Corolla, R$ 700 mil e uma pensão de 30 salários mínimos a Rosane.

Se Collor não aceitar pagar, no dia 8 de agosto, a Justiça deve arrestar seus bens.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados