Prefeitura interdita avícola no bairro do Poço

Local foi interditado por conta das condições insalubres de funcionamento e ausência de alvará sanitário

Prefeitura interdita avícola no bairro do Poço

Local foi interditado por conta das condições insalubres de funcionamento e ausência de alvará sanitário

Por Assessoria | Edição do dia 28 de junho de 2022
Categoria: Maceió, Ultimas Notícias | Tags: ,,


A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) interditou, no último fim de semana, uma avícola no Vale do Reginaldo, localizada no Poço. No estabelecimento, os fiscais do órgão identificaram diversas irregularidades como condições insalubres, armazenamento precário de instrumentos de trabalho, ausência de alvará sanitário e de CNPJ para seu funcionamento. Os fiscais foram até o local após uma denúncia anônima.

Segundo o coordenador da Vigilância Sanitária, Airton Santos, o local não possuía condições mínimas de higiene para comercializar alimentos.

“Ao fiscalizarmos o local, percebemos que não havia pias e revestimentos em pisos e paredes, o armazenamento de instrumentos de trabalho e alimentos era totalmente precário e o acúmulo de sangue, vísceras, penas e fezes de frango por todo o estabelecimento”, afirma.

Airton Santos reforça, ainda, que os trabalhos de fiscalização do órgão ocorrem de maneira rotineira em todos os pontos da capital.

“As fiscalizações são rotineiras. São ações que acontecem em estabelecimentos como frigoríficos, laticínios, restaurantes, supermercados, avícolas, dentre outros ramos espalhados pelos bairros de Maceió. Nas visitas são verificados itens como condições de armazenamento, refrigeração, manipulação, conservação e comercialização dos alimentos, visando resguardar a saúde da população”, complementa.

O estabelecimento interditado foi notificado, autuado e terá 30 dias para se adequar às normas sanitárias e retomar seu funcionamento. Como consequência das irregularidades flagradas pelos fiscais da Vigilância Sanitária, o local poderá receber multa que varia de R$180,00 a R$19 mil. O valor é estabelecido conforme a gravidade das infrações cometidas.

Como denunciar?

Para denunciar irregularidades, observadas em estabelecimentos fora das adequações sanitárias e que causam riscos à saúde da população, os maceioenses podem entrar em contato no telefone (82) 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelo WhatsApp (82) 98752-2000, que funciona 24h, todos os dias, para o recebimento de mensagem de texto, foto e/ou vídeo. Todas as denúncias são anônimas, garantindo o sigilo do denunciante.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados