Prefeitura entrega chaves de 320 casas do Conjunto Brivaldo Medeiros

As chaves foram entregues pelas mãos do prefeito Júlio Cezar, senador Benedito de Lira, promotor Rogério Paranhos

Por | Edição do dia 13 de dezembro de 2018
Categoria: Notícias, Regionais | Tags: ,,,


thumbs (3)

Lágrimas de alegria e muita emoção tomaram conta do Conjunto Brivaldo Medeiros, em Palmeira dos Índios. As 320 famílias do Conjunto, Setor 2 e já sorteadas com as unidades habitacionais, de acordo com os critérios definidos pelo Ministério Público, receberam nesta quarta-feira (12) as chaves das primeiras casas reconstruídas, que possuíam as obras paralisadas desde 2014. As chaves foram entregues pelas mãos do prefeito Júlio Cezar, senador Benedito de Lira, promotor Rogério Paranhos, secretária municipal de Assistência Social Mônica Targino, representantes da empresa Somart Engenharia e dos bancos do Brasil e Caixa.

A primeira moradora a receber as chaves da casa própria foi Aline Vieira da Rocha. “Só tenho que agradecer a Deus e ao prefeito Júlio por este momento. Valeu a pena esperar, mas ainda parece um sonho. Que Deus abençoe a todos que participaram desta conquista e tenham certeza que seremos gratos pelo resto de nossas vidas. Estamos muito felizes e estou ansiosa para entrar na minha casinha, pois é assim que agora posso falar”, ressaltou.

Para o senador Benedito de Lira, é no lar que as as pessoas encontram o aconchego da família e onde protegem os filhos. “Tudo acontece no tempo certo e nada é por acaso. Desde que o Júlio foi eleito que buscamos recursos para reconstruir os conjuntos Brivaldo Medeiros e Antônio Ribeiro. É um motivo de alegria como político e de satisfação como homem entregar estas casas. Já morei em casa de taipa com a minha mãe e família e quando fiquei independente fomos para uma casa um pouco melhor. Me tornei político não para construir patrimônio pessoal, mas para ajudar os que mais precisam porque sei bem as dificuldades enfrentadas por cada um deles, pois é no lar onde acolhemos os que amamos e protegemos”, disse o senador.

O prefeito Júlio Cezar lembrou das dificuldades que atravessou, desde que assumiu o mandato, em janeiro de 2017, até ter a certeza de que os recursos para a reconstrução das casas chegariam ao município. “Tivemos muita dificuldade em conseguir os recursos, mas graças ao senador Benedito de Lira e aos deputados federais Artur Lira e Marx Beltrão, conseguimos o dinheiro para terminar a obra. Chorei muito com o promotor Rogério Paranhos e o Ministério Público foi o guardião e a voz de cada um daqui. Agradeço, ainda, ao Banco do Brasil, Caixa e Somart que não mediram esforços de tocar uma obra invadida. À Secretaria de Assistência Social a nossa gratidão por tudo, assim como todas as Secretarias”, falou o prefeito Júlio.

E destacou. “Assumimos o governo com a promessa de retomar as obras desses dois conjuntos, sem nem saber como iríamos fazer isso. O tráfico tomava conta do local, assim como a incerteza, a dúvida, a falta de esperança e o abandono. Mas graças aos nossos aliados políticos e jurídicos conduzimos as coisas. As políticas públicas chegaram aqui e fomos conseguindo retomar a obra. Vocês não devem nada a gente, pois foi tudo feito com dinheiro público. Tenho certeza que as 320 pessoas que aqui estão não dormiram à noite, pois essas unidades são as mansões para quem nunca teve nada. Não permitam mais que ninguém chegue aqui dizendo que é o dono da cidade por se achar de sangue azul, pois quem manda em Palmeira é o povo e quem nos governa é o Deus do impossível. Hoje, certamente, é o dia mais importante destes dois anos de governo”, afirmou o prefeito Júlio Cezar.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados