Prefeitura e Conselheiros discutem aumento de casos de abuso sexual infantil

O encontro está marcado para esta terça-feira (18) – às 10h, na sede da Prefeitura, no Jaraguá

Prefeitura e Conselheiros discutem aumento de casos de abuso sexual infantil

O encontro está marcado para esta terça-feira (18) – às 10h, na sede da Prefeitura, no Jaraguá

Por Assessoria | Edição do dia 18 de maio de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,


A Prefeitura de Maceió discutirá com os Conselheiros Tutelares o aumento dos casos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes durante este período de pandemia. O encontro está marcado para esta terça-feira (18) – às 10h, na sede da Prefeitura, no Jaraguá -, dia em que é reforçado em todo o país as ações de conscientização de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

Foto: Divulgação

Cada região administrativa será representada por um conselheiro tutelar, que fará uma explanação dos casos registrados em sua área de atuação e ações desenvolvidas na prevenção para este tipo de crime. Conforme dados do município, os bairros de Cidade Universitária, Benedito Bentes e Vergel do Lago concentram os maiores números de casos.

Em 2019, o município registrou 402 casos, sendo 369 vítimas do sexo feminino e 33 do sexo masculino. Em 2020, o número teve uma pequena diminuição, com 339 casos, mas crianças do sexo feminino continuam sendo as maiores vítimas. Somente no ano passado, 294 meninas foram vítimas de abuso ou exploração sexual. Os dados são da Rede de Atenção às Vítimas de Violência Sexual – (RAVVS) da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

De acordo com a Assessora Especial da Secretaria Adjunta de Políticas para a Juventude, Amanda Mendonça, a proposta do município é ouvir as demandas dos conselheiros e reforçar o apoio do poder público nas ações de prevenção, principalmente dando suporte para diminuir a vulnerabilidade das crianças e adolescentes nos bairros.

“Queremos alinhar as ações das políticas sociais do município e ouvir as dificuldades encontradas pelos Conselheiros Tutelares no combater a exploração sexual das crianças dentro das comunidades e apresentar diretrizes mais assertivas”, reforça Amanda Mendonça.

O encontro fará parte da ação integrada do município na campanha “Não finja que você não ver”, que conta a participação da Secretaria Municipal de Governo, através da Assessoria de Políticas Sociais e da Secretaria Adjunta Especial de Políticas para a Juventude, Gabinete das Políticas Públicas da Mulher e a Secretaria Municipal de Assistência Social.

Maio Laranja

A Campanha Nacional “Maio Laranja” consiste na promoção de ações de conscientização que visam prevenir, orientar e combater o abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes.

A data foi escolhida para marcar o dia em que o corpo de Araceli Cabrera Crespo, de 8 anos, foi encontrado totalmente desconfigurado, após ter sido vítima de um abuso sexual. Apesar de não ter sido solucionado, o assassinato ocorrido em 1973 se tornou símbolo da luta contra a violência e exploração sexual de crianças e adolescentes.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados