Prefeitura desenvolve estudo da água consumida em escolas e creches de Maceió

Equipes da Vigilância em Saúde Ambiental vão percorrer 72 escolas da capital, até quinta-feira (15)

Prefeitura desenvolve estudo da água consumida em escolas e creches de Maceió

Equipes da Vigilância em Saúde Ambiental vão percorrer 72 escolas da capital, até quinta-feira (15)

Por Assessoria | Edição do dia 6 de julho de 2021
Categoria: Maceió, Saúde | Tags: ,


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está desenvolvendo um monitoramento da água consumida por alunos e trabalhadores da Educação em escolas e creches da rede municipal de ensino. No trabalho, serão avaliados os padrões físico-químicos e microbiológicos da água e as condições estruturais que interferem na sua salubridade como reservatórios, cisternas e bebedouros.

Técnicos da Vigilância em Saúde Ambiental de Maceió em ação. (Foto: Vigilância Ambiental)

A ação está sendo desenvolvida pela Gerência de Vigilância em Saúde Ambiental com o Programa Saúde nas Escolas (PSE) e a Secretaria Municipal de Educação (Semed). Os trabalhos seguem até a próxima quinta-feira (15) e serão visitadas dez escolas por dia, até atingir o número de 72 unidades de ensino municipal, que participam do PSE.

Grasyelle Aidil, coordenadora da Vigilância em Saúde Ambiental. (Foto: Victor Vercant)

Coordenadora da Vigilância em Saúde Ambiental, Grasyelle Aidil, explica que o objetivo da ação é identificar fatores de riscos ambientais originados do abastecimento de água para consumo humano inadequado.

“A água das escolas será analisada considerando os parâmetros sentinelas como cor, turbidez, cloro residual, presença de coliformes totais e fecais”, explica a coordenadora.

Ainda conforme Grasyelle, após a coleta das amostras de água, elas serão encaminhadas para o laboratório próprio da Vigilância em Saúde Ambiental.

“Com os resultados em mãos, faremos relatórios individuais para cada unidade escolar com as medidas necessárias a serem tomadas para a correção das inconformidades, caso sejam encontradas. Também faremos capacitação para os profissionais que estão nas escolas”, completa a servidora.

“Nosso objetivo é garantir a população, principalmente aos alunos e funcionários da escola o acesso a água de qualidade, compatível com o padrão de potabilidade estabelecido na legislação vigente na promoção da saúde”, comentou a gerente.

Alisângela da Costa, diretora da Escola Municipal Teresa de Jesus, conta que este trabalho era esperando por muito tempo. “Ficamos felizes com a ação, achamos super importante. Esta equipe está de parabéns”, finalizou a diretora.

Apoio do prefeito JHC

Para a coordenadora, o trabalho que passa a ser feito pela Vigilância em Saúde Ambiental de Maceió é uma demanda antiga das escolas municipais que, só agora na gestão do prefeito JHC, passa a ser entendida e atendida.

“O projeto possibilitará um retorno seguro à saúde de alunos e profissionais da educação com a garantia de um abastecimento de água dentro dos padrões de potabilidade. Há muitos anos, a comunidade escolar municipal reivindica esse trabalho, que só a partir de agora começa a ser realizado, graças ao espaço dado pelo prefeito”, finaliza.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados