Prefeitura de Maceió muda visual de mirantes para atrair visitantes e moradores

Proposta de requalificação das áreas tem como principal objetivo valorizar os bairros e seus frequentadores

Prefeitura de Maceió muda visual de mirantes para atrair visitantes e moradores

Proposta de requalificação das áreas tem como principal objetivo valorizar os bairros e seus frequentadores

Por Secom Maceió | Edição do dia 29 de agosto de 2021
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,,,


Este slideshow necessita de JavaScript.

Para valorizar o que a cidade tem de melhor, a Prefeitura de Maceió está empenhada na reestruturação dos mirantes, transformando estes espaços em áreas onde a comunidade e os visitantes podem contemplar as belas paisagens que só a capital dos alagoanos proporciona. A proposta é a mudança no perfil destes pontos, que já começa a aparecer, a exemplo do que aconteceu no bairro do Jacintinho.

A Praça do Mirante, no Jacintinho, ganhou dois totens. Os equipamentos foram inaugurados, e agora, os moradores e os turistas podem contemplar a parte baixa com uma das vistas mais privilegiadas da capital e ainda tirar muitas ‘selfies’ para guardar de recordação o carinho que se tem pela localidade.

A proposta de requalificar o mirante não era apenas embelezar, mas valorizar um dos bairros mais populosos e frequentados de Maceió. Além de tirar fotos com o totem “Eu Amo o Jacintinho”, dá para registrar o momento no equipamento que conta a história da região, inclusive com a tecnologia QR Code, reafirmando o trabalho do município com a adoção de estratégias inovadoras.

A Prefeitura está tocando as obras de melhorias do mirante e da quadra poliesportiva da Chã de Bebedouro, visando permitir a prática esportiva e turística na região. Mais de 80 mil pessoas que vivem na redondeza devem ser beneficiadas com este serviço, com previsão de ser concluído em até 45 dias. Os espaços públicos serão recuperados com investimento inicial na ordem de R$ 157.850,00.

O projeto urbanístico e arquitetônico foi elaborado pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) e contempla ajustes nos revestimentos e a inserção de mobiliários urbanos no mirante, como totens e brinquedos para fortalecer as atividades permanentes de lazer.

A pedido da comunidade, o Município estuda a viabilidade de novas intervenções na quadra poliesportiva, como a instalação de alambrado, tela aérea e vestiário.

O secretário-adjunto de Planejamento Urbano da Sedet, Tácio Rodrigues, frisa que, dentro da proposta, estão totens que fazem referência aos moradores que precisaram deixar os bairros afetados pela extração de sal-gema. “Os monumentos simbolizam um gesto de solidariedade às vítimas e o vazio deixado na vida dessas pessoas”, enfatiza.

Além deste, os técnicos da Sedet estão em fase de elaboração do projeto de criação do Mirante do Parque do Amanhã, no antigo lixão de Maceió, em Cruz das Almas. Um estudo ambiental foi solicitado à empresa prestadora do serviço de recolhimento de lixo na capital para que o estudo fosse finalizado.

De acordo com a pasta, os recursos para esta obra ainda dependem de liberação. O prefeito JHC planeja colocar este serviço como uma das medidas de compensação para a Braskem custear a implantação do parque naquela área, outrora desprestigiada pela sociedade e esquecida pelo poder público. As intervenções que serão feitas ainda serão definidas.

Já a Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) tem um projeto pronto para transformar um ponto elevado de observação em mirante no bairro de Santa Amélia, na parte alta da cidade. Ele deve ser construído numa área que compreende 4.356 metros quadrados.

Estão previstos serviços de pavimentação com acessibilidade, quadra de areia, parque sustentável de eucalipto, equipamentos de ginástica de concreto, bancos de concreto, baia de ônibus e o plantio de 100 mudas.

O custo total previsto é de R$ 349 mil, sendo R$ 250 mil destinados pelo Ministério do Turismo e R$ 99 mil de recursos próprios. A obra deve durar três meses, com início esperado para até novembro deste ano.

“Nós sabemos que existem alguns pontos da cidade que foram esquecidos por gestões passadas e a população vem cobrando isso. A Sudes tem acolhido essas ideias e solicitações passadas pelo cidadão e monitorado algumas regiões para poder atuar de forma assertiva, contribuindo para a melhoria de espaços públicos de convívio”, explica Ivens Tenório, superintendente da Sudes.

Ele ressalta que a ideia é fazer com que cada bairro se sinta lembrado pela Prefeitura de Maceió, ofertando mais conforto e bem-estar as pessoas que residem nele.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados