Prefeitura combate trabalho infantil na parte alta da cidade

A ação ocorreu na feira livre e em lojas comerciais do Tabuleiro do Martins

Prefeitura combate trabalho infantil na parte alta da cidade

A ação ocorreu na feira livre e em lojas comerciais do Tabuleiro do Martins

Por Assessoria | Edição do dia 23 de outubro de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,,,


O combate ao trabalho infantil continua em Maceió. Nessa sexta-feira (22), quando a equipe do Centro de Referência Especializado de Assistência Social, que integra o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, da Assistência Social, realizou uma campanha de conscientização sobre a exploração laboral de crianças e adolescentes em feiras e comércios do bairro do Tabuleiro do Martins. A ação contou ainda com a participação de educadores sociais e Conselheiros Tutelares da Região VII. Eles entregaram panfletos e cartazes de esclarecimentos sobre o tema.

Foto: Reprodução

Com o objetivo de identificar casos de exploração do trabalho infantil, a equipe do PETI Volante realiza as ações em nas feiras livres e comércio dos bairros de Maceió. De acordo com a coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Vitória Ferreira, é necessário que a sociedade seja orientada sobre os riscos de empregar crianças em situações insalubres.

“Estamos sensibilizando comerciantes e familiares em todas as regiões de Maceió que possuem feiras livres. É nosso dever social assegurar os direitos às crianças e adolescentes, que devem ocupar seu tempo com o aprendizado e o lazer em condições de proteção em casa e na escola, mas, infelizmente, percebemos que o número de crianças exercendo o papel de trabalhador aumenta a depender da região”, ponderou Vitória.

Conselheiro Tutelar da Região VII pelo 4º mandato consecutivo, Fernando Silva, destacou a necessidade de proteger crianças da exploração do trabalho infantil. Ele conta que as denúncias que chegam ao Conselho Tutelar têm aumentado na região e por isso as ações do PETI são fundamentais.

“Existem questões sociais que levam as famílias a explorar crianças no comércio. Muitas vezes, a sociedade vê apenas o lado financeiro e como consequência disso, crianças e adolescentes são explorados nesta condição de trabalho insalubre e ilegal. É imprescindível que essas ações do Peti Volante sejam contínuas, justamente para promover e garantir os diretos da nossa juventude. Lugar de criança é na escola”, orientou o conselheiro.

Participando efetivamente da iniciativa, a educadora social do PETI Volante, Josimary Sabino, afirmou ser muito comum a presença de crianças trabalhando em barracas e transportando mercadorias em troca de dinheiro. Ela diz que retirar essas crianças da condição de exploração de trabalho é primordial porque elas são afetadas física e emocionalmente.

“Como educadora social, o meu trabalho é educativo e preventivo. Consiste na identificação de crianças que são exploradas e fazemos o encaminhamento dos casos aos Centros de Referência Especializado de Assistência Social. Lá as famílias são acompanhadas. Aos adolescentes de 14 anos é oferecida a participação no programa jovem aprendiz, única forma legal desse jovem obter a formação profissional e ingressar no mercado de trabalho de forma digna e contrutiva”, ensina Josimary.

Há 12 anos trabalhando como comerciante na região do tabuleiro, Jackeline Ferreira, parabenizou o empenho da Secretaria Municipal de Assistência Social em dedicar tempo em prol das crianças. De acordo com a comerciante, é muito comum encontrar crianças trabalhando aos domingos na feira livre. Ela espera que a ação do PETI Volante ajude a diminuir os casos de exploração.

“Acho muito importante esse trabalho de cair em campo, fazendo esse momento de conscientização, que deveria ser feito pelos próprios pais das crianças. Os pais falham, mas o bom é que a Prefeitura de Maceió está empenhada em combater a exploração do trabalho infantil. Criança tem que ser criança. Elas precisam estudar e brincar para que possam aproveitar essa fase que passa tão rápido”, reforçou a comerciante

As ações do Peti Volante continuam neste fim de semana. No sábado (23), a equipe faz panfletagem das 15h às 19h, no Parque da Pecuária, no Trapiche da Barra. A campanha será retomada na próxima quarta-feira (27) e no dia 30 de outubro, quando serão integrados representantes do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e do Conselho Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil, durante a Expoagro/2021.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados