Prefeitura cancela show pirotécnico do Réveillon na orla

Medida foi recomendada pelo MPE como forma de prevenir novos contágios do coronavírus

Prefeitura cancela show pirotécnico do Réveillon na orla

Medida foi recomendada pelo MPE como forma de prevenir novos contágios do coronavírus

Por Assessoria | Edição do dia 2 de dezembro de 2020
Categoria: Notícias | Tags: ,,


Foto: Reprodução

A Prefeitura de Maceió, seguindo o Plano de Distanciamento Social Controlado do Governo do Estado, instituído pelo Decreto Nº 70.145, de 22 de junho de 2020, e a recomendação do Ministério Público Estadual (MPE), decidiu cancelar a tradicional queima de fogos na orla de Maceió durante a festa de Réveillon.

A capital alagoana segue na Fase Azul, que só permite a realização de eventos com participação de até 300 pessoas e com orientações do protocolo sanitário. A medida foi adotada como forma de prevenir novos contágios do coronavírus.

A decisão ficou acertada nesta quarta-feira (02) após reunião de representantes da Prefeitura de Maceió com Ministério Público Estadual, Governo do Estado e representantes da iniciativa privada. O encontro discutiu a segurança sanitária na realização das festas públicas e privadas de fim de ano na capital, especificamente de réveillon.

O secretário municipal de Turismo, Esporte e Lazer, Jair Galvão, explica que a decisão tem como base o decreto estadual em vigor. “Após a discussão sobre a viabilidade do tradicional show pirotécnico na orla de Maceió, o Ministério Público entendeu que não há requisitos legais possíveis para a realização da queima de fogos, porque o decreto estadual que estabelece a Fase Azul na atual situação de pandemia proíbe a realização de eventos com público acima de 300 pessoas. Sendo um evento chamativo e que atrai todos os anos milhares de pessoas, então não haverá queima de fogos de fim de ano”, comunicou o gestor.

Festas privadas

Já sobre as festas da iniciativa privada, os responsáveis devem fazer uma solicitação formal à Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs) para anuência do evento. Eles devem atestar ciência do decreto e apresentar documentos em atendimento aos protocolos vigentes exigidos para sua realização.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados