Prefeito JHC assina acordo de cooperação para implantar Táxi Maceió

Plataforma visa reverter o cenário de dificuldades que os profissionais enfrentam

Prefeito JHC assina acordo de cooperação para implantar Táxi Maceió

Plataforma visa reverter o cenário de dificuldades que os profissionais enfrentam

Por Assessoria | Edição do dia 30 de outubro de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,,


O prefeito de Maceió, JHC, se reuniu na sexta-feira (29), com o secretário da Fazenda e Planejamento do Rio de Janeiro, Pedro Paulo. Durante o encontro, o prefeito assinou acordo de cooperação técnica para implantar na capital o Táxi Maceió. A implantação da plataforma visa resgatar a dignidade da categoria e reverter o cenário de dificuldades que os profissionais enfrentam com a diversidade de aplicativos de transporte existentes no mercado. O prefeito também conheceu o Centro de Operações do Rio.

No Rio de Janeiro, o prefeito de Maceió, JHC, se reuniu com o secretário da Fazenda, Pedro Paulo, para garantir mais investimentos à classe dos taxistas. Fotos: Secom Maceió.

Na ocasião, JHC destacou a importância da inovação para a categoria e lembrou que os taxistas têm ampla participação no processo. “Da forma mais democrática possível, todo o processo vem sendo amplamente conversado com os taxistas. A partir desse acordo de cooperação, vamos implantar na nossa cidade o Táxi Maceió e garantir renda para essa categoria tão importante”, disse o prefeito.

O secretário Pedro Paulo falou da satisfação de receber JHC. “Receber o amigo e prefeito de Maceió é sempre algo que agrega muito e saber que, dessa reunião, vão sair melhorias para ambas as cidades me deixa ainda mais feliz”, disse.

Em junho, o prefeito JHC se reuniu com taxistas e apresentou à classe o Táxi Maceió. No encontro, a secretária de Gestão, Rayanne Tenório, informou que todos os taxistas que estão no banco de dados da SMTT (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito) já estão pré-cadastrados na plataforma e vão passar também a segunda etapa, que é uma validação. Cerca de 4 mil taxistas devem ser beneficiados.

Segundo a secretária, qualquer taxista que desejar vai poder participar, tanto do módulo corporativo, que vai ficar a cargo da Secretaria Municipal de Gestão, quanto do cidadão, sob a responsabilidade da SMTT.

“O módulo corporativo vai dar oportunidade de o taxista prestar serviço diretamente à Prefeitura. Ou seja, a gente vai trocar aquele dinheiro que era gasto com locação de veículos e colocar nas mãos dos taxistas, que vão poder prestar um serviço para Maceió e ser pago pela Prefeitura. A gente espera que seja um case de sucesso. Já funciona muito bem no Rio de Janeiro”, explicou Rayanne.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados