Policial militar é emboscado na porta de casa em Murici

Renato Soares chegou a ser socorrido, mas não resistiu e faleceu a caminho do HGE

Policial militar é emboscado na porta de casa em Murici

Renato Soares chegou a ser socorrido, mas não resistiu e faleceu a caminho do HGE

Por | Edição do dia 7 de maio de 2016
Categoria: Artigos, Notícias, Polícia | Tags: ,


Reprodução redes sociais

Reprodução redes sociais

O soldado Renato Gonçalves Soares, do Pelotão de Operações Policias Especiais (Pelopes), faleceu na noite desta sexta-feira (06) após ser alvejado por vários tiros desferidos por suspeitos em uma motocicleta que aguardavam o PM na porta da sua casa, no bairro do Campo Grande, em Murici. Renato conseguiu abrigar-se em casa após os tiros, mas faleceu a caminho do HGE.

Testemunhas dizem que a dupla já estava a espera do soldado, que voltava do treino de jiu jitsu. O homem na garupa efetuou os disparos e fugiram em seguida. Rondas foram feitas durante a noite, mas não tiveram sucesso em encontrar os suspeitos.

Apesar de testemunhas relatarem que a moto já esperava o militar perto de casa, a polícia também segue a suspeita de latrocínio na investigação. Outros relatos, via Whatsapp, contam que fogos de artifício foram ouvidos em um bairro periférico de Murici ontem à noite, quando a morte do soldado foi confirmada.

O site O Dia Mais tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação da Polícia Militar para apurar o andamento das investigações e informações sobre o sepultamento do soldado Renato, mas não conseguiu contato.

Renato Soares era bastante querido entre os militares, que já manifestaram seu luto nas redes sociais.

Reprodução Facebook

Reprodução redes sociais

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados