Polícia Civil conclui três inquéritos de homicídios ocorridos entre 2020 e 2021

Crimes teriam sido motivados por vingança e envolvimento com tráfico de drogas

Polícia Civil conclui três inquéritos de homicídios ocorridos entre 2020 e 2021

Crimes teriam sido motivados por vingança e envolvimento com tráfico de drogas

Por Redação* | Edição do dia 30 de junho de 2022
Categoria: Maceió, Polícia, Ultimas Notícias | Tags: ,,


A delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) concluiu os inquéritos de três assassinatos, ocorridos entre 2020 e 2021. Os crimes teriam motivados por vingança e envolvimento com tráfico de drogas.

Um dos assassinatos aconteceu no dia 12 de dezembro de 2020, dentro de um bar no Conjunto Cleto Marques Luz. O empresário Edvanio Antônio da Conceição, de 36 anos, era proprietário do local e foi morto com um tiro e golpes de faca diante dos familiares. A enteada dele e um cliente foram atingidos por disparos de arma de fogo, mas sobreviveram.

De acordo com a investigações, a vítima teria se desentendido com suspeitos de tráfico da região momentos antes de ser assassinado. Os criminosos queriam utilizar o bar como esconderijo de drogas e o dono do estabelecimento não aceitou. Duas pessoas foram identificadas como os autores materiais e indiciadas por homicídio qualificado.

Os outros dois assassinatos ocorreram no intervalo de uma semana, em outubro do ano passado. Erick Miguel Martins dos Santos foi encontrado morto a golpes de arma branca em um terreno baldio, no Tabuleiro do Martins, dois dias após ter desaparecido de casa. Os familiares confirmaram que ele era usuário de drogas e a polícia concluiu que ele perdeu a vida por brigas com traficantes.

Um suspeito com diversas passagens pela polícia e que já estava sendo monitorado pela Justiça por uma tornozeleira eletrônica foi indiciado pela morte. Testemunhas e provas técnicas colhidas pelo núcleo de inteligência da delegacia foram determinantes para a conclusão do caso. O autor estava utilizando documentos do próprio irmão, que não tinha qualquer envolvimento com o caso.

No mesmo bairro, Tiago de Araújo Lima foi assassinado a facadas numa residência, durante uma bebedeira com ‘amigos’. O autor confessou que tirou a vida da vítima por vingança. Tiago seria irmão de um suspeito de ter matado o irmão do acusado e, por isso, o atraiu para o local do crime.

“Depois de ter golpeado a vítima, ele ainda retornou ao local em um carro e, junto com os demais que estavam na bebedeira, colocou o corpo na mala para desovar em outro trecho do bairro, reforçando que ele premeditou o crime”, destacou o delegado Fábio Costa.

Como os suspeitos foram indiciados, o Poder Judiciário deve dar sequência ao processo no âmbito criminal, inclusive com a possível decretação da prisão preventiva dos envolvidos.

*Com assessoria.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados