PINHEIRO: Defesa Civil faz esclarecimentos sobre laudos técnicos

Órgão explicou como o documento é solicitado para que isso não cause outros transtornos durante evacuações

Por | Edição do dia 15 de fevereiro de 2019
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,,,,


csm_vistoria-pinheiro-secom-maceio_271850897e

Após a confusão envolvendo a evacuação de prédios no Pinheiro, a Defesa Civil de Maceió decidiu por meio de nota esclarecer como funciona o pedido de laudo técnico do órgão. Na quinta-feira (14) alguns moradores do Edifício Caviúna foram até a Central de Flagrantes para fazer uma denuncia envolvendo a  lista de condomínios que seriam evacuados preventivamente no bairro.

Segundo os moradores do bloco 11 do edifício, eles teriam recebido há alguns meses uma recomendação para abandonar o prédio, que estaria ameaçado de desabamento. Sem saber o que fazer no momento, eles foram procurar a Defesa Civil para terem um posicionamento técnico do local, porém o parecer foi negado, gerando uma outra confusão em torno do problema.

No entanto, a Assessoria de Comunicação explicou como o documento é solicitado para que isso não cause outros transtorno no momento eventuais evacuações no Pinheiro.

“Em relação ao fornecimento de laudo técnico, a Defesa Civil de Maceió esclarece que a elaboração deste documento não é de competência do Município, conforme determina a Lei Municipal Nº 6145, de 01 de junho de 2012. Segundo o dispositivo, em seu Artigo 3º, o laudo deve ser elaborado por um profissional de responsabilidade do proprietário que seja habilitado por órgãos de engenharia e arquitetura”, diz a nota.

O órgão ainda afirmou que faz apenas o trabalho de vistoria e o engenheiro civil do órgão avalia o imóvel. Caso necessário, é recomendada a evacuação. As informações desta avaliação constam no Registro de Ocorrência referente ao imóvel, documento que pode ser solicitado pelo proprietário à Defesa Civil para utilização em ações de seu interesse.

Com relação a duvidas envolvendo o pedido de auxílio-moradia, a Defesa está realizando cadastros através do para telefone 0800 030 6205. As equipes do órgão estão diariamente nas ruas para avaliar os imóveis e realizar o cadastro no caso das famílias que, porventura, necessitem evacuar o local. Até o momento, 320 famílias tiveram o cadastro aprovado pelo Governo Federal. Destas, 80 famílias já tiveram o auxílio liberado e outras 240 devem ter o benefício repassado a partir da próxima semana, dependendo do envio do recurso da União à Prefeitura.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados