Pinacoteca abre exposição ‘Lágrima das Coisas’

Pinacoteca abre exposição ‘Lágrima das Coisas’

Por | Edição do dia 30 de setembro de 2016
Categoria: Blog, Cultura | Tags: ,,,,


A abertura da exposição ‘Lágrima das Coisas’ reuniu, na noite dessa quinta-feira (29), aproximadamente 300 pessoas, entre, artistas, poetas, escritores, arquitetos, designers e público em geral nos salões da Pinacoteca Universitária, no Espaço Cultural Universitário, Centro. Hilda Moura, através de pinturas em tela e papel, expressa questões da infância e da maturidade, traduzidas em sentimentos humanos.

A artista explora o sentimento, as emoções e a fragilidade, perpassando pelo universo em que estamos e o silêncio que essas sensações resultam.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

“Meu tema é falar sobre os sentimentos humanos e eu uso a mulher, sobretudo, o corpo feminino pra falar das nossas emoções”, destaca a artista que está na segunda exposição de sua carreira.

Foto: Nathali Duarte

Foto: Nathali Duarte

“Gosto que a pessoa olhe e reflita. Meu trabalho mistura a beleza e a dor, uma contradição existente. Também é inegável a presença do universo feminino”, completou Hilda Moura.

“Já no processo de seleção do edital, Hilda chamou atenção. A palavra que melhor define o seu trabalho é poesia. Tudo é poético. A forma como ela expressa as fases da infância e maturidade é de intimista, como ela mesma é. Nós estamos muito felizes com a esta exposição são telas e instalações comoventes. Desejamos a visita de todos”, afirmou diretora da Pinacoteca Maria Christina Cavalcanti.

Rafael Almeida, produtor da exposição, contou da sensação em trazer a artista e da forma sutil e forte em suas obras. “Nós estamos muito felizes em receber uma artista desse porte, pelo teor inovador. Em uma das instalações ela trouxe uma árvore para um dos salões. Essa exposição também retrata a transição que a artista passa desde a primeira exposição, em 2015. Em ‘Lágrima das Coisas’ é expressada a própria libertação no processo criativo da Hilda Moura”.

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Hilda Moura

Foto: Ascom

Foto: Ascom

Antes da pintura aparecer em sua vida, Hilda Moura trabalhou com cerâmica por dez anos. Em meados da década de 1990, vieram as primeiras experimentações em desenhos, onde buscava referências. Ao decidir dedicar-se à pintura, a artista desenvolve técnicas de óleos e acrílicos.

Hilda Moura também é a primeira alagoana a participar da Bienal de Arte Contemporânea do Distrito Federal deste ano.

Serviço

‘Lágrima das Coisas’ vai ficar exposta na Pinacoteca Universitária até metade de novembro, com horário de 8h30 às 18h, atendendo também visitas de escolas, que podem ser feitas por agendamento.

Para mais informações basta ligar para o número: (82) 3214–1545 ou acessar:  https://www.facebook.com/pinacotecaufal

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados