PF deflagra operação de combate ao abuso sexual infantil em todo o país 

O grupo criminoso atuava na dark web e os sites eram acessados por mais de um milhão e oitocentos mil usuários

PF deflagra operação de combate ao abuso sexual infantil em todo o país 

O grupo criminoso atuava na dark web e os sites eram acessados por mais de um milhão e oitocentos mil usuários

Por Redação | Edição do dia 3 de dezembro de 2021
Categoria: Brasil, Polícia | Tags: ,,


A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (3) uma operação de combate ao abuso sexual em todo o país. A Operação LOBOS II desarticulou um grupo de criminosos que utilizava a darkweb disseminar materiais de abuso sexual infantil no Brasil e em diversas partes do mundo.

Foto: Assessoria

A investigação começou em 2016 quando a Polícia Federal (PF) estabeleceu parcerias com forças policiais internacionais a fim de identificar os suspeitos. De acordo com informações da PF, o grupo criminoso atuava com divisões de tarefas, que iam desde administradores a disseminadores de materiais cuja a intenção era de produzir e compartilhar imagens, fotos e comentários relacionados a abuso sexual de crianças e adolescentes. Além de produzir, eles também alimentavam a procura por esse tipo de conteúdo. 

Essa aliança internacional das forças policiais permitiu a identificação de um dos suspeitos.  Um brasileiro, cuja identidade não foi divulgada, que usava a deepweb para hospedar e gerenciar cinco dos maiores sites de abuso sexual infantil da internet. Segundo a polícia, os sites e fóruns administrados pelo brasileiro eram divididos por temas, contendo imagens e vídeos de abuso sexual de crianças de 0 a 5 anos, abuso sexual com tortura, abuso sexual de meninos e abuso sexual de meninas. 

Sites esses que eram utilizados por mais de 1.800.000 (um milhão e oitocentos mil) usuários – em todo o mundo – que também divulgavam conteúdos similares. O acusado foi localizado e preso, assim como dezenas de outros criminosos, também brasileiros, responsáveis pela disseminação de pornografia infantil. 

A investigação seguiu em sigilo por cinco anos para que fosse possível prender os criminosos e libertar crianças em todo o mundo. Atualmente a Operação LOBOS II, está cumprindo 104 mandados de busca e apreensão e oito mandados de prisão preventiva, distribuídos em 20 estados e no Distrito Federal. O alvo da operação, além de identificar e prender, abusadores sexuais e consumidores desses materiais, é resgatar crianças que se encontram em situação de extrema violência.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados