Pesquisadores divulgam estudo sobre gestão da sociedade na pandemia

Pesquisadores divulgam estudo sobre gestão da sociedade na pandemia

Por Ascom Ufal | Edição do dia 15 de julho de 2021
Categoria: Educação, Notícias | Tags: ,,,


Os professores e pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas Leonardo Leal, Mel Corá, Luciana Santana e Emerson Nascimento acabam de publicar os resultados da pesquisa Sociedade Civil em Maceió/AL: respostas solidárias a crise da pandemia de Covid-19 na coletânea Gestão de Organizações da Sociedade Civil em Tempos de Crise e Pandemia. A obra traz artigos com temas relacionados à gestão das OSCs, em relação aos desafios que a pandemia trouxe e das melhores práticas para lidar com a situação. A coletânea é organizada por Roberto Sanches Padula e Maria de Fátima Alexandre.

Os dados apresentados foram extraídos de entrevistas on-line dirigidas a representantes de 100 organizações da sociedade civil alagoana. Durante o estudo foram debatidos os principais problemas enfrentados por essas populações, diante do avanço da pandemia. Segundo o professor Leonardo Leal, a identificação e o acompanhamento desses problemas permitem a antecipação de crises e o gerenciamento de riscos, tanto pelo poder público, quanto pelas próprias comunidades.

“Trata-se de uma pesquisa bastante inovadora, uma vez que os resultados da pesquisa apresentam um conjunto de informações, na perspectiva das lideranças comunitárias, sobre as ações e os desafios da sociedade civil e as políticas públicas desenvolvidas ou em desenvolvimento, voltadas à mitigação das consequências sociais e econômicas da pandemia de covid-19 na cidade de Maceió/AL”, afirmou Leal.

Ele explica que as lideranças e representantes comunitários são fontes estratégicas de informação, pois estão em posição de centralidade nas comunidades e cotidianamente mobilizados no enfrentamento dos problemas mais graves que atingem suas localidades. “Cabe registrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) ressalta a importância do engajamento comunitário para a efetiva comunicação dos riscos e do controle da epidemia em contextos locais, principalmente em comunidades de alta vulnerabilidade socioeconômica. Por seu conhecimento do território, por sua experiência e pela capilaridade de suas redes pessoais, as lideranças comunitárias exercem papel estratégico na disseminação de medidas de prevenção ao vírus e na construção de soluções alternativas aos danos sociais da pandemia”, concluiu o professor.

Para ter acesso ao livro completo, clique aqui.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados