Pertinho de Casa: plataforma digital conecta negócios e consumidores

Empresários e clientes têm ferramenta gratuita à disposição

Pertinho de Casa: plataforma digital conecta negócios e consumidores

Empresários e clientes têm ferramenta gratuita à disposição

Por Assessoria | Edição do dia 28 de outubro de 2020
Categoria: Economia, Notícias | Tags:


Aproximar pequenos negócios e clientes de uma mesma região de forma prática, confortável e online, mantendo a segurança em tempos de distanciamento social. É o que propõe o Projeto Pertinho de Casa, uma iniciativa sem fins lucrativos que a Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Economia (Semec) e o Gabinete da Governança (GGOV), com o apoio do Sebrae/AL, traz ao município com o  propósito de oferecer apoio aos empreendimentos locais diante do atual contexto de pandemia. O projeto é uma iniciativa, sem fins lucrativos, liderada pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) e apoiada por diversas empresas que se uniram durante a pandemia de Covid-19.

O objetivo é aproximar empreendedores de micro e pequenos negócios de todos os ramos a consumidores próximos a suas regiões de atuação. Com apoio do Sebrae São Paulo, o projeto já está disponível gratuitamente no site www.pertinhodecasa.com.br e visa não apenas apoiar os pequenos negócios, mas também facilitar o dia a dia da população, principalmente, em época de medidas preventivas de combate à Covid-19.

O  maceioense pode usufruir das funcionalidades da plataforma por meio de seu smartphone, tablet ou computador pessoal de forma simples. Basta ir ao site, escolher a opção Quero Comprar,  informar o endereço ou o CEP e selecionar o tipo de comércio de seu interesse. Será disponibilizada uma relação de comerciantes cadastrados naquela categoria nas proximidades de onde ele reside ou do endereço informado.

Todo o processo de negociação é feito diretamente entre o vendedor e o comprador via Whatsapp. O cliente pagará apenas pelos produtos selecionados e o frete de entrega, que deve ser combinado com o estabelecimento.

Já os empresários que estiverem interessados em participar do projeto devem realizar um cadastro feito na mesma plataforma, de forma gratuita. Basta acessar o site e selecionar a opção Quero Vender, na página inicial. Devem ser preenchidas as informações requisitadas, como nome da empresa, e-mail e telefone, e em seguida criar uma senha de uso pessoal.

Feito isso, ele deve informar a categoria do seu negócio, como vestuário, artesanato, eletrônicos, por exemplo, junto ao endereço do estabelecimento. É importante que o endereço seja informado corretamente para facilitar a divulgação do negócio para o consumidor, pois o site trabalha com geolocalização e precisa identificar a localidade do empreendimento no mapa.

Em seguida, o empresário deve informar seu CPF ou o CPNJ e detalhar sua empresa e o tipo de produto que ele comercializa. Após receber um e-mail e um SMS de confirmação, o comerciante deve entrar no site usando seu login e senha, e adicionar fotos de seus produtos, formas de pagamento, opções de entrega, incluir as mídias sociais do estabelecimento e qualquer outra informação que possa estimular a venda. Quanto mais informações detalhadas sobre os produtos e os métodos de pagamento, melhor. Tudo isso à disposição sem que seja cobrado qualquer taxa de utilização dos negócios locais.

Ao todo, os 27 estados, mais o Distrito Federal, estão participando e cerca de 586 cidades estão incluídas no projeto.

A ideia de trazer essa iniciativa a Maceió faz parte das medidas que estimulam o empreendedorismo na capital e oferecem apoio aos microempreendedores, atendendo às propostas do Projeto Maceió: Cidade Inteligente e das Salas do Empreendedor, um convênio realizado entre a Prefeitura, o Sebrae e a Associação Comercial, com o objetivo de estimular o fortalecimento dos pequenos os negócios no Município.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados