Pernambuco tem primeira morte da greve geral e 16 são detidos em SP

Pernambuco tem primeira morte da greve geral e 16 são detidos em SP

Por | Edição do dia 28 de abril de 2017
Categoria: Brasil, Notícias


Um motorista de uma Kombi atropelou e matou um motociclista ao desviar de um bloqueio realizado por manifestantes que participam da greve geral na manhã desta sexta-feira, 28, na BR-101 Sul, em Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco.

O protesto tenta impedir o acesso ao Complexo Portuário de Suape e faz parte dos atos convocados por centrais sindicais contra as reformas trabalhista e da Previdência propostas pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB). As manifestações contra as reformas ocorrem em todo o Brasil.

Bloqueios pelo Estado

Em Pernambuco o dia amanheceu com rodovias, ruas e avenidas bloqueadas em várias cidades. Na região metropolitana do Recife, os ônibus não circularam e o Metrô funcionou parcialmente. Até as 9 horas, mais de 90% do comércio localizado no centro do Recife estava com as portas fechadas, segundo informações da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

A maior parte das escolas (públicas e privadas) também optou por suspender as aulas. As três maiores instituições de ensino superior, as Universidades Federal (UFPE), Rural (UFRPE) e Católica de Pernambuco (Unicamp) também paralisaram as atividades.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, desde o início da manhã, pelo menos 30 pontos de bloqueios em rodovias estaduais e federais foram registrados no Estado, incluindo as BRs 101 (Sul e Norte) e a 232, principal ligação da capital ao Agreste e Sertão.

EM SÃO PAULO

Ao menos 16 pessoas foram detidas nesta sexta-­feira (28) durante os protestos que fecharam ruas e estradas de São Paulo. A Secretaria de Segurança Pública não informou o motivo das prisões, já que os boletins de ocorrência ainda estão em elaboração.

Seis pessoas foram encaminhadas ao 92º DP (Pq. Santo Antônio), outras seis para o 65º DP (Artur Alvim) e quatro para o 33º DP (Pirituba).

Em algumas das avenidas bloqueadas por manifestantes a polícia usou bombas de gás para dispersar os grupos, como na avenida Tiradentes, 23 de Maio, na marginal Tietê e na Av. Giovanni Gronchi.

Manifestantes fogem de bombas de gás lançadas pela polícia após bloquearem a avenida 23 de Maio, em São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Manifestantes fogem de bombas de gás lançadas pela polícia após bloquearem a avenida 23 de Maio, em São Paulo. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados