Paulão acusa ministro de prejudicar produtores de álcool do País e favorecer EUA

Requerimento de deputado deputado pede explicações a ministro das Relações Exteriores

Por Assessoria | Edição do dia 6 de setembro de 2020
Categoria: Brasil, Notícias


A Câmara dos Deputados aprovou requerimento do deputado federal Paulão (PT-AL) cobrando explicações do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, que passou a defender o interesses do etanol dos Estados Unidos, em detrimento da produção  do álcool brasileiro.

Segundo o deputado, o chanceler brasileiro tem pressionado o governo para renovar  uma cota de importação de etanol com tarifa zero, dos Estados Unidos, para favorecer os produtores do Estados Unidos, enquanto que no Brasil, principalmente no Nordeste, o setor vive em crise devido a ausência de atuação do governo para fortalecer a atividade dos produtores.

“É incompreensível essa postura o senhor Ernesto Araújo e por isso mesmo essa casa tem que cobrar explicações diante de uma atitude lesa pátria do senhor ministro”, disse o parlamentar alagoano.

De acordo com Paulão, o caso chegou a ser levado para a reunião do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério da Economia, na semana passada, mas a matéria saiu de pauta por determinação do governo.

No ato, disse o deputado o ministro Araújo passou a defender  renovação, por mais 90 dias, da cota de importação de etanol estrangeiro para entrar no Brasil livre de tarifa, “exatamente para agradar ao governo americano e, nitidamente, aos eleitores do governo Donald Trump.”.

Destacou ele que essa medida, se concretizada, prejudicará os produtores brasileiros de etanol, cuja demanda sofreu uma queda decorrente da crise ocasionada pela pandemia do novo coronavírus. Os mais prejudicados são os produtores de cana-de-açúcar e de álcool do Nordeste e ainda mais de Alagoas.

“Todos sabem que o segmento passa por uma grave crise ocasionada pela queda na demanda por combustíveis e a entrada de mais etanol americano vai devastar os pequenos produtores”, enfatizou o deputado.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados