Pastor acusado de aplicar golpe em fiel é indiciado por apropriação indébita

Líder religioso comprou uma casa por R$ 35 mil e não pagou

Pastor acusado de aplicar golpe em fiel é indiciado por apropriação indébita

Líder religioso comprou uma casa por R$ 35 mil e não pagou

Por Redação | Edição do dia 1 de novembro de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,,,


Um pastor evangélico foi indiciado, nesta segunda-feira (1º), pela Polícia Civil (PC) de União dos Palmares pelo crime de apropriação indébita. Ele comprou uma casa há dois anos por R$ 35 mil e não pagou pelo imóvel.

Pastor e vítima eram amigos. Foto: Reprodução.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Edberg Sobral de Oliveira, a vítima afirmou que vendeu a casa ao pastor pelo valor de R$ 35 mil e a Caixa só permitia depósito de até R$ 3 mil. Por isso, o líder pediu que o fiel depositasse o valor para ele e disse que o dinheiro seria devolvido em dois meses.

O pastor falou à polícia que havia usado R$ 25 mil para fazer um investimento, que, segundo ele, deu errado. O líder disse ainda que a esposa da vítima sabia da perda do dinheiro e que também pagou R$ 6 mil de aluguel, além de devolver R$ 1 mil. De acordo com ele, o correto é pagar apenas R$ 25 mil.

A vítima, que era amigo do pastor, afirmou que havia doado R$ 3 mil para obras da igreja e que não queria receber esse valor, mas admitiu que quer o pagamento dos outros R$ 32 mil.

Sem acordo entre as partes e por não ter previsão do pagamento do dinheiro, a Polícia Civil indiciou o pastor por apropriação indébita.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados