Passagem da Tocha Olímpica por Maceió é marcada com celebração

Passagem da Tocha Olímpica por Maceió é marcada com celebração

Por | Edição do dia 30 de maio de 2016
Categoria: Blog, Maceió, Notícias | Tags: ,


O revezamento da Tocha Olímpica em Maceió aconteceu em clima de festa e chegou ao fim na Praça da Celebração, montada no Estacionamento do Jaraguá. Foram 110 condutores e 22km ao longo de 11 bairros.

Símbolo da paz e da união entre os povos, a Tocha partiu da Praça Multieventos, na Pajuçara, passando por locais como Ponta Verde, Cruz das Almas, Barro Duro, Serraria, Gruta, Farol, Centro e, por fim, Jaraguá. A Prefeitura de Maceió, por meio de seus órgãos e secretarias atuaram de forma integrada para garantir o sucesso dos eventos relacionados aos Jogos Olímpicos 2016. À frente desse apoio, estiveram a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel) e a Fundação Municipal de Ação Cultural (Fmac).

2905-Tocha-Olimpica-Maceio-PF_0396-1024x683

Após percorrer 11 bairros de Maceió, chama olímpica chega ao Jaraguá (Foto: Pei Fon)

Órgãos municipais estiveram nos locais para coordenar a segurança e o trânsito. A Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Cidadania (Semsc) estava com 120 guardas municipais reforçando a segurança. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), contou com 190 agentes, além de 36 viaturas do órgão nos pontos de interdição. Equipes da Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano (SMCCU) atuaram na área do Estacionamento do Jaraguá.

No fim do percurso, coube a Dalton Costa a dupla missão de ser o último condutor e de acender a pira olímpica. “Eu estou, ou melhor: eu sou imensamente feliz. Viver um momento como este é algo único na vida de uma pessoa”, declarou o artista plástico goiano que escolheu Maceió para viver e desenvolver um rico trabalho de valorização da arte por meio de sua Galeria Karandash e do Barco-museu, embarcação que leva a arte pelas águas do Rio São Francisco.

O Jaraguá, assim como a Praça Multieventos, também foi palco de uma efervescente noite cultural. “Nossa cidade abrigou o símbolo do esporte mundial que foi recebido com aquilo que é característico nosso: nossa cultura popular, nossos folguedos e danças, nossa gastronomia e com a vibração do nosso povo que é tão acolhedor. Foi uma grande esta. Na Praça da Celebração, um corredor de folguedos saudou a chegada da chama olímpica”, sintetizou Vinícius Palmeira, presidente da Fmac.

Revezamento e grupos culturais

2905-Tocha-Olimpica-Maceio-PF_0115-1024x683

Atrações culturais como o grupo de Baianas animaram o trajeto em palcos montados ao longo do percurso (Foto: Pei Fon)

A chuva não deu trégua, mas o espírito olímpico foi mais forte e a chama foi passada adiante até completar o trajeto. Por onde passava, o símbolo era saudado pelas multidões que foram às ruas ver o cortejo. Em 16 pontos, folguedos e grupos culturais também animavam a passagem.

Concluída a passagem por Maceió, a chama foi colhida pelos chamados “guardiões” e será levada hoje (30) para o município de Murici, seguindo para União dos Palmares, de onde partirá para o estado de Pernambuco em direção à cidade de Garanhuns.

Jair Galvão, secretário municipal de Promoção do Turismo, sintetizou: “O Brasil sentiu bem o ganho de comunicação, de imagem e de projeção internacional que megaeventos assim promovem. Foi o que aconteceu com a Copa do Mundo, mas dessa vez, ao contrário da Copa, Maceió teve um pedacinho das Olimpíadas. Tudo isso projeta nossa cidade com todo o seu potencial turístico, belezas naturais e culturais para o Brasil e para o mundo”.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados