Parceria entre HE do Agreste e Pestalozzi de Arapiraca garante órteses e próteses para pacientes

Graças a parceria, a rotina da comunidade de Arapiraca vai melhorar

Parceria entre HE do Agreste e Pestalozzi de Arapiraca garante órteses e próteses para pacientes

Graças a parceria, a rotina da comunidade de Arapiraca vai melhorar

Por Assessoria | Edição do dia 17 de novembro de 2021
Categoria: Saúde | Tags: ,,,,,,,


“Deus abençoe todos os profissionais que estão fazendo isso pelo meu filho e por nossa família”. A reação de dona Gilvaneide Gomes, de 34 anos, é de alívio, diante do caos vivido pela família, desde que um dos filhos dela, J.S.S, de 17 anos, foi vítima de arma de fogo. O adolescente ficou praticamente dois meses internado, sendo um deles somente na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca.

J.S.S. voltava para casa, após sair da igreja, quando foi atingido por um tiro na cabeça. Entre as sequelas, ele passou a ter dificuldade de locomoção. “Passa o dia na cama. É uma situação complicada pra tudo, principalmente dar banho”, lamentou dona Gilvaneide.

Graças à parceria entre o Hospital de Emergência do Agreste (HEA) e a Associação Pestalozzi, em Arapiraca, a rotina da família, moradora da comunidade Jardim das Paineiras, vai mudar para melhor. J.S.S. e a mãe retornaram ao HE do Agreste, nesta quarta-feira(17), mas, por uma boa causa.

O fisioterapeuta Daniel Bezerra, coordenador da oficina ortopédica da Pestalozzi Arapiraca, foi anotar as medidas necessárias para ceder uma cadeira de rodas e uma de banho para o adolescente. “Só Deus sabe como tem sido difícil. Com tudo isso que está acontecendo, a gente só tem a agradecer ao hospital e à Pestalozzi”, declarou dona Gilvaneide.

Medidas anotadas, em algumas semanas, os equipamentos chegarão para J.S.S.

Colar cervical já foi entregue ao paciente Manoel Antônio, vítima de um acidente de motocicleta em Lagoa da Canoa

“Seu” Manoel Antônio, de 78 anos, vítima de acidente de motocicleta na comunidade Mata Limpa, em Lagoa da Canoa, já recebeu o colar cervical indicado pelos profissionais de saúde do HE do Agreste. Ele deu entrada na maior unidade hospitalar pública do interior de Alagoas no último dia 14. Estava desorientado, mas as equipes de saúde perceberam a necessidade do equipamento para o paciente.

“Colar cervical, colete, muleta, andador, bengala, entre outros objetos, são produzidos em poucos dias na oficina ortopédica, que faz parte do projeto Central Órtese, Prótese, Meios de Locomoção da Pestalozzi Arapiraca. Outras peças como cadeiras de roda e de banho, nós conseguimos terceirizar, mas, levam mais alguns dias para ficarem à disposição dos pacientes do Hospital de Emergência”, afirmou Daniel Bezerra.

A Central OPM da Pestalozzi Arapiraca foi criada em janeiro de 2021. A parceria com o HE do Agreste completou 1 mês e, neste período, já entregou mais de 40 dispositivos.

Parceria entre HE do Agreste e Pestalozzi Arapiraca garante órteses, próteses e meios de locomoção de graça para pacientes

“Os profissionais da saúde que trabalham no hospital de emergência informam através do fluxo de serviço quais as necessidades dos pacientes. A gente vem, anota as medidas de cada paciente e confecciona o material”, declarou o fisioterapeuta.

“A função principal é a prevenção contra futuros problemas motores e a reabilitação dos pacientes. Ficamos felizes com a parceria, porque agilizou uma série de benefícios para os pacientes, que antes só conseguiam fazer o pedido de equipamentos depois que chegavam em casa. Agora, em poucos dias, os pacientes já têm acesso aos dispositivos”, comemorou Bárbara Albuquerque, gerente do Hospital de Emergência do Agreste.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados