Parceria entre Exército e Unit melhora aptidão física dos militares

Há quatro anos, estudantes de Fisioterapia atendem militares, dependentes e pensionistas através de estágio na clínica do Batalhão

Parceria entre Exército e Unit melhora aptidão física dos militares

Há quatro anos, estudantes de Fisioterapia atendem militares, dependentes e pensionistas através de estágio na clínica do Batalhão

Por Assessoria | Edição do dia 28 de abril de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,


Foto: Jobson Marcos/59º BIMtz

Um convênio entre 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (59º BIMtz) e o Centro Universitário Tiradentes (Unit/AL) contribui na recuperação física dos militares da ativa e da reserva e na formação dos futuros fisioterapeutas de Alagoas. Desde 2017, a cada mês, 12 estudantes do curso de Fisioterapia realizam estágio curricular na clínica do Batalhão, dividindo-se em rodízio para aplicar na prática métodos terapêuticos manuais, eletroterapia, cinesioterapia e recursos instrumentais nas sessões.

Em torno de 36 pacientes, entre militares e dependentes, são atendidos semanalmente na clínica de recuperação do 59º BIMtz. Os estudantes dividem-se em grupos de seis para atender os “pacientes”, aplicando o tratamento encaminhado em alguns casos e debatendo o caso clínico em outros, visando a completa reabilitação. E, em se tratando de uma rotina puxada como o treinamento militar, as oportunidades de aprendizado são gigantescas.

“É de extrema importância essa troca de conteúdo entre o Exército e Unit, gera ganho para ambos. Os alunos são capacitados e oferecem um atendimento de qualidade para a melhoria clínica dos militares. Já o Exército nos dá uma gama de casos fisioterapêuticos, abrangendo todos os tipos de lesões, gerando assim grande conhecimento clínico prático para nossos alunos”, aponta o professor de Fisioterapia da Unit/AL, Rosivaldo Ferreira, supervisor do estágio.

Mesmo com as dificuldades estabelecidas pela pandemia, o Exército Brasileiro não parou de atuar em suas atividades habituais e estabeleceu um protocolo de segurança para combate e prevenção à Covid-19. Assim, os atendimentos com alunos da Unit/AL continuaram, com sessões para três militares por hora. O tenente Paulo Omena, fisioterapeuta militar, ressalta os benefícios da parceria.

“O Batalhão tem inúmeras atribuições durante todo o ano, missões e exercícios que exigem muito esforço físico. Com isso, vários militares acabam adquirindo algum tipo de lesão, buscando restabelecimento através de Fisioterapia. No entanto, o apoio da equipe da Unit/AL faz com que tenhamos mais agilidade na recuperação desses militares, ajudando nos tratamentos, dando orientações para prevenção e melhor acompanhamento,” concluiu o tenente Omena.

André Felipe, aluno do 9º período do curso de Fisioterapia da Unit/AL, classificou como muito proveitosa sua passagem enquanto estagiário no Exército. “Foi uma ótima experiência, com um local de trabalho que nos dá o suporte necessário para um bom atendimento, permite melhores condutas e consequentemente bons resultados. Além disso, tínhamos o apoio do professor Ferreira e do Tenente Omena, ambos fisioterapeutas que nos ensinavam e davam sempre o suporte necessário para aumentar ainda mais a qualidade dos atendimentos”, pondera o rapaz.

Atendimento ao público
Os militares do 59º BIMtz não são os únicos a aproveitarem o estágio dos alunos de Fisioterapia da Unit/AL: a clínica-escola de Fisioterapia, situada no Campus Amélia Maria Uchôa (Avenida Gustavo Paiva, 5017, bairro de Cruz das Almas) também realiza atendimento gratuito à população de toda Maceió voltado para reabilitação.

O atendimento é realizado sob a orientação de professores, com uma avaliação funcional detalhada e prescrição adequada do melhor tratamento para cada situação. Para agendar, basta ligar para (82) 3311-3140. As sessões são realizadas de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, mediante apresentação de RG, CPF, comprovante de residência e o encaminhamento do médico ou serviço de saúde que acompanhou a doença, contendo a recomendação para tratamento fisioterapêutico.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados