Palmeira dos Índios e Equatorial realizarão ação para reduzir conta de energia para consumidores de baixa renda

Palmeira dos Índios e Equatorial realizarão ação para reduzir conta de energia para consumidores de baixa renda

Por | Edição do dia 3 de março de 2020
Categoria: Ultimas Notícias | Tags: ,


IMG-20200302-WA0065

Foto: Divulgação

Na agenda de trabalho que cumpriu em Maceió nessa segunda-feira (2), o prefeito Júlio Cezar, acompanhado do secretário municipal de Articulação Política Antônio Fonseca, se reuniu com o diretor regional da Equatorial Daniel Sampaio, quando foi fechada a parceria entre o governo municipal e a empresa para a realização do mutirão Ação Tarifa Social em Palmeira dos Índios. O evento, que será realizado das 8h às 17h, na Praça da Independência, nos dias 18 e 19 deste mês, consiste na formalização do cadastro das famílias que têm direito à tarifa social de energia elétrica, de acordo com os critérios definidos pela empresa.

Para aderir à Ação, o consumidor precisa estar inscrito no CAD Único, ter NIS ativo, levar os documentos pessoais e o talão de luz. Os descontos serão de 65% para o consumo até 30 kW, 40% para quem usa de 31 a 100 kW e 10% para quem consome de 101 a 220 kW. Para a realização da troca das lâmpadas é preciso estar com as contas em dia com a Equatorial, levar o talão e as lâmpadas antigas, que poderão ser substituídas por até cinco unidades de LED.

Na ocasião, além de defender a tarifa social, o prefeito também colocou em discussão a situação dos ambulantes que comercializam produtos durante as festas que acontecem no município. “Defendi uma solução para os ambulantes que vendem seus produtos durante os eventos religiosos e culturais da nossa cidade, para que quando eles precisem de energia elétrica possam ter esse direito. Vamos fazer um trabalho de conscientização com eles, para que usem a energia de maneira adequada durante os nossos festejos. Com relação à tarifa social, a Equatorial aceitou a nossa proposta e vamos fazer um grande mutirão, pois é justo que as pessoas tenham direito à energia, e tambem água, pagando por um preço acessível”, disse o prefeito.

E continuou. “Vamos começar a mobilizar a Secretaria Municipal de Assistência Social para esse trabalho, junto com o Bolsa Família. Da mesma forma, já estamos as tratativas, junto com o Governo do Estado, para tarifa social da Casal. O governador Renan Filho e o presidente da Casal Clecio Falcão têm nos apoiado nisso. Em parceria com o Tribunal de Justiça, também vamos fazer a segunda edição do Programa Moradia Legal, para regularizar os imóveis de quem não tem condições de fazer isso. São essas políticas sociais que melhoram a vida das pessoas e promovem dignidade”, finalizou o prefeito Júlio Cezar.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados