Bom Dia!, Quarta-Feira - 8 de Abril de 2020

 

Paixão de Cristo e outros eventos são cancelados em Palmeira do Índios

Todo Segundo / 12:29 - 18/03/2020

Medida foi adotada pelo município por causa do coronavírus


thumbs.php

Foto: Assessoria

A velocidade com que a Covid-19, o coronavírus, tem se espalhado pelo mundo faz com que o Brasil tome medidas urgentes para afastar a doença da população. Em Palmeira dos Índios não é diferente. Nesta terça-feira (17), o prefeito Júlio Cezar realizou uma coletiva de imprensa para anunciar as estratégias do Governo Municipal a serem usadas contra o novo Coronavírus e, em seguida, assinou o Decreto 2.056 de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional, que criou o Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Novo Coronavírus. A Ordem tem a função de apoiar a ação pública municipal no acompanhamento e intensificação de ações, previstas no Plano de Enfrentamento e Contingência para a Doença Respiratória de 2019-NCov.

De acordo com o documento das medidas anunciadas pelo Governo do Povo, fica estabelecido:

– Das medidas Temporárias de Prevenção em âmbito municipal

Suspensão das aulas da rede municipal de ensino público, até o dia 3 de abril;

Suspensão de todos os eventos públicos ou privados, de iniciativa pública ou privada, inclusive do Programa Tarifa Social de Energia Elétrica, que aconteceria nos dias 18 e 19 de março, e o espetáculo da Paixão de Cristo, que seria realizado nos dias 9, 10 e 11 de abril, na Serra do Goiti. A disposição também se aplica a eventos esportivos em todo o território municipal.

– Manutenção das atividades das secretarias municipais e do afastamento de servidores que se enquadram nos grupos de risco:
Ficam mantidas as atividades de todas as secretarias durante o período de 18 a 27 de março;

Solicitação da realização de teletrabalho para quem tem idade superior a 60 anos, grávidas e portadores de doenças crônicas como diabéticos, hipertensos, oncológicos, doenças respiratórias crônicas e cardiopatas, que compõem risco de aumento de mortalidade por Covid-19. A condição de portador de doença crônica exigida será comprovada por meio de atestado médico;

Recomendação aos servidores que tenham retornado de viagens a áreas afetadas pelo Covid-19, definidas pelo Ministério da Saúde, deverão comunicar ao chefe da unidade de lotação e ao Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao novo coronavírus, além de indicar as pessoas com as quais manteve contato. Esses servidores deverão realizar as atribuições em teletrabalho, por um período de 14 dias, com os critérios que serão firmados entre o chefe da unidade em que está lotado e o respectivo servidor.

Recomendação aos servidores públicos municipais com viagem marcada para as áreas afetadas pelo Covid-19, para adiar o período de deslocamento até o controle da pandemia.

Para o prefeito Júlio Cezar, todas as medidas apresentadas no Decreto foram necessárias para o enfrentamento ao novo coronavírus. “Vamos nos reunir com o estado, na próxima semana, e toda medida que for preciso nós tomaremos, pois o vírus já chegou em Recife, em Pernambuco, nosso estado vizinho. O Decreto Municipal contém todas as ações emergenciais que tomaremos para evitar que o vírus chegue por aqui, com dispositivos diferenciados criados para cada situação, a exemplo de servidores acima de 60 anos e portadores de doenças crônicas. Não há casos em investigação, mas quem chegar ao nosso município de outros estados, ou fora do país, será monitorado. Toda precaução é importante, neste momento”, disse o prefeito Júlio.

 

*Texto do site Todo Segundo.


Comentar usando