Pacientes do Hospital Regional pouco urgentes ou não urgentes serão atendidos pelo Saúde na Hora

Pacientes do Hospital Regional pouco urgentes ou não urgentes serão atendidos pelo Saúde na Hora

Por Assessoria | Edição do dia 15 de março de 2021
Categoria: Notícias, Saúde


Foto: Pablício Vieira/Assessoria

Os hospitais e instituições de saúde utilizam um procedimento de acolhimento que classifica os pacientes por cores: vermelho (emergência), amarelo (urgência), verde (pouco urgente) e azul (não urgente). Essa classificação permite mais agilidade no atendimento dos usuários que mais precisam.

Desde a última semana, os pacientes de Arapiraca que procuram atendimento no Hospital Regional Nossa Senhora do Bom Conselho, e que forem classificados como casos pouco urgentes ou não urgentes (verde e azul), serão encaminhados para uma das sete Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que atuam com o Programa Saúde na Hora.

“Após a classificação de risco, o próprio hospital entra em contato com as apoiadoras da Secretaria Municipal de Saúde, que farão a intermediação do atendimento pela equipe do Saúde na Hora. O paciente já vai sair do hospital sabendo qual unidade básica procurar”, informou a superintendente de Atenção à Saúde, Josineide Soares.

Antes, o redirecionamento de pacientes era feito entre a unidade hospitalar e o 5º Centro de Saúde, mas como esta última passou a atender exclusivamente como Centro de Triagem para Síndromes Gripais, a mudança foi necessária.

Os usuários que apresentarem gravidade, como dispneia, desconforto respiratório, saturação abaixo de 95% ou piora nas condições clínicas devem ser estabilizados na área de observação exclusiva do hospital e ser encaminhado para um leito clínico ou de UTI do próprio Regional ou para hospital de referência confirme regulação estadual

Atenção! O fluxo apresentado é exclusivo para pacientes residentes em Arapiraca. Os pacientes de outros lugares que forem classificados pelo Hospital Regional como pouco urgentes ou não urgentes serão encaminhados para os serviços de saúde do município de origem.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados