Pabllo Vittar rompe com marca de sapatos por causa de Jair Bolsonaro

Por | Edição do dia 3 de setembro de 2018
Categoria: Notícias, Política | Tags: ,,,,,,,


pabloA cantora drag queen Pablllo Vittar rompeu relações com a grife Victor Vicenzza, após atitudes do dono da marca, de mesmo nome, que repercutiram na internet. Na sexta-feira (31), o empresário passou a seguir e curtir publicações do candidato à presidência da república Jair Bolsonaro(PSL) no Instagram.

A cantora era uma das patrocinadoras da marca de sapatos femininos que visa o público gay entre seus clientes. Por meio das redes sociais, Vittar anunciou que não trabalharia mais com Vicenzza:

“Desde o início da minha carreira, sempre soube que seria muito difícil conseguir apoio de marcas que queriam se relacionar com uma artista LGBTQIA+ drag que sou. Muitas portas se fecharam, mas algumas se abriram e com isso trabalhei até então com parceiros que sou muito grata. Deixo aqui meu agradecimento de apoio até agora, mas não poderia aliar meu trabalho a um discurso que deixa claro não se importar com os diretos humanos de toda comunidade LGBTQIA+, da qual faço parte”, escreveu em uma série de stories no Instagram.

“Adianto que foram produzidos alguns trabalhos já finalizados e distribuídos digitalmente desse meu novo álbum, que contém peças de marcas que, a partir de agora, não vinculo mais a minha imagem”, acrescentou.

Na sequência, Vicenzza, que chegou a ser acusado de ter se aproveitado da comunidade LGBTQ para promover seus sapatos, se pronunciou por meio de um post na conta de sua marca Instagram: “Luto contra todo tipo de preconceito desde a criação desta empresa. Isso não mudou e não mudará! A campanha Shinning teve exatamente esse objetivo! Prezo pela honestidade, transparência, ética e moral”, disse o empresário.

“Acredito que o Bolsonaro é o único candidato apropriado para liderar esta nação. Dessa forma, decidi apoiar publicamente a candidatura de Jair Messias Bolsonaro”, justificou Vicenzza.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados