Outubro Rosa Pet: CRMV-AL destaca os cuidados preventivos com cadelas e gatas

Por Assessoria | Edição do dia 16 de outubro de 2020
Categoria: Notícias | Tags: ,,


 

Lembrado como o período dedicado à prevenção do câncer de mama e do colo de útero na população feminina, o mês de outubro teve esses mesmos propósitos estendidos à área animal, passando a ser lembrado também como Outubro Rosa Pet, devido ao alto índice de incidência de tumores malignos detectados nas mamas de cadelas e gatas.

Estudos recentes apontam que os tumores mamários em cadelas correspondem a cerca de 50% de todos os tumores e são o mais comum entre elas. Já nas gatas, é o terceiro tipo mais comum, acometendo de 20% a 30% dessas fêmeas, sendo que mais de 80% é maligno. Em geral, animais mais velhos (com cerca de 10 anos de idade) e aqueles que foram castrados após numerosos cios possuem as maiores incidências.

Para contribuir com a redução desses números, os proprietários/tutores devem sempre estar atentos à saúde do seu animal, verificando com frequência, através do exame local das mamas – palpação – se há alguma anormalidade, como caroços, nódulos ou qualquer aumento de volume. E, caso seja detectada qualquer anormalidade, procurar de imediato o atendimento de um médico-veterinário, pois, o quanto antes for feito o diagnóstico, maiores as chances de cura para o animal.

Foto: Divulgação

“A ocorrência do câncer em cadelas e gatas é multifatorial, ou seja, vários fatores atuam para o surgimento desses tumores, como a genética, idade, estresse, doenças crônicas, e etc. Por isso, os tutores precisam estar atentos a qualquer anormalidade no comportamento e/ou aparecimento de alterações físicas pelo corpo do animal”, ressalta a médica-veterinária Simona Sanchez, especialista em oncologia animal e clínica médica.

A Dra. Simona explica que não há números exatos da incidência de câncer de mama em gatas e cadelas em Alagoas, mas reforça que a prática no consultório mostra que a doença está entre os tumores mais frequentes atendidos aqui em Maceió, onde a ocorrência de casos é considerada bastante significativa.

“Isso normalmente está associado à desinformação acerca dos benefícios da castração precoce e também dos efeitos nocivos do uso de anticoncepcionais para esses pets”, destaca a Dra. Simona.

A médica-veterinária indica que, no caso de câncer de mama, a castração precoce é a melhor prevenção. Segundo ela, atualmente, castra-se a cadela entre o 1° e 2º cio, quando de porte pequeno/médio e entre o 2º e 3º cio para de grande/gigante porte. Em relação as gatas, ainda permanece o consenso de castrar antes do 2º cio. Essa castração, antes do 2° cio, promove a redução de até 8% da ocorrência do câncer de mama.

Dra. Simona reforça ainda que, além da castração, consultas veterinárias regulares devem fazer parte da rotina do animal, pois, a cada visita, o profissional poderá inspecionar e apalpar as mamas, garantindo o diagnóstico precoce de pequenos nódulos e a intervenção terapêutica precoce, como a cirurgia e o tratamento quimioterápico, aumentando a taxa de sobrevida e de até cura.

A médica-veterinária lembra que alguns sintomas também podem ser indicativos de que algo não está bem com seu pet e devem ser levados em consideração na observação cotidiana. São eles: apatia, falta de apetite, estado febril, diarreia, vômitos, tosse e emagrecimento repentino. Por isso, é bom ficar atento e manter a avaliação periódica com um veterinário de sua confiança.

Outubro Rosa – O movimento, que nasceu na década de 90 nos Estados Unidos com a finalidade de estimular a participação da população no controle do câncer de mama nas mulheres, ganhou, há cerca de oito anos, a versão Pet, num alerta aos proprietários/tutores para que estejam atentos ao aparecimento da doença nos seus animais.

Coordenada pelo professor Geovanni Dantas Cassali, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Campanha Nacional de Prevenção Contra o Câncer de Mama em Animais de Companhia é desenvolvida junto a inúmeros parceiros, a exemplo do Sistema dos Conselhos Federal e Regionais de Medicina Veterinária e médicos-veterinários de todo o Brasil.

Este ano, devido ao cumprimento das medidas restritivas de distanciamento da pandemia da Covid-19, a campanha vem sendo desenvolvida por meio das mídias sociais e terá, como ponto alto da programação, a realização do evento online “Outubro Rosa Pet Brasil 2020”, com palestrantes de todo o país. O evento acontece de 26 a 29 de outubro e será gratuito. A programação completa e outras informações podem ser conferidas no Instagram @outubrorosapet.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados