Operação integrada identifica 13 pontos com furto de energia na orla de Maceió

Ação foi realizada em conjunto pela Semscs, Sima e Equatorial Alagoas

Operação integrada identifica 13 pontos com furto de energia na orla de Maceió

Ação foi realizada em conjunto pela Semscs, Sima e Equatorial Alagoas

Por Assessoria | Edição do dia 22 de outubro de 2021
Categoria: Maceió | Tags: ,,,,,


Maceioenses e turistas elegeram as praias da capital alagoana como um local preferido para relaxar devido às belezas naturais da cidade, e todos querem ter esse momento de lazer em segurança. Foi com esse intuito que a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), a Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima) e a Equatorial Alagoas deram início a “Operação Caça Gato” na orla de Maceió. A ação conjunta teve início na praia de Pajuçara e se estendeu até o final da praia da Ponta Verde, nesta sexta-feira (22).

A operação foi pensada para combater furtos e ligações clandestinas de energia elétrica, e no decorrer da ação foram identificados e desativados 13 pontos irregulares de energia. Os responsáveis pelas ligações clandestinas não foram identificados durante a operação.

De acordo com Thiago Prado, secretário municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social, a ação conjunta foi feita para tornar as praias de Maceió um ambiente ainda mais seguro, para evitar acidentes e possíveis óbitos.

“A Operação Caça Gato vem para trazer ainda mais segurança aos maceioenses, aos turistas e aos trabalhadores da orla, especialmente agora durante o verão, quando o movimento nas praias aumenta. As fiscalizações vão continuar de forma intensificada para conseguir remover todas as ligações clandestinas que colocam em risco à população”, enfatizou Thiago Prado.

Segundo Arnaldo Costa, coordenador de manutenção da Sima, a energia na região da orla de Maceió é destinada apenas para a iluminação pública e qualquer outra ligação está em situação ilegal.

“Estamos aqui para coibir essa prática irregular, para evitar os acidentes que podem acontecer por causa dessas ligações clandestinas, com os banhistas podem pisar na fiação e ser eletrocutado. Além disso, a ligações podem causar sobrecarga e prejudicar a rede elétrica da região”, afirmou o coordenador.

A Operação Caça Gato terá continuidade em toda a orla de Maceió, seguindo até as praias do litoral norte da capital alagoana.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados