Operação do aqueduto é paralisada de forma emergencial para manutenção corretiva

Estrutura sofreu dano após desabamento de um muro, em Fernão Velho, em virtude das chuvas dos últimos dias

Operação do aqueduto é paralisada de forma emergencial para manutenção corretiva

Estrutura sofreu dano após desabamento de um muro, em Fernão Velho, em virtude das chuvas dos últimos dias

Por Ascom Casal | Edição do dia 22 de abril de 2021
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,,,,


O aqueduto do Sistema Catolé-Cardoso teve uma parada emergencial, na madrugada desta quinta-feira (22), para uma manutenção corretiva. A estrutura sofreu danos após o desabamento de um muro, em Fernão Velho, em virtude das chuvas dos últimos dias que atingiram Maceió.

Para que o serviço seja realizado, foi preciso interromper a passagem de água pela estrutura, que é responsável por conduzir o líquido do manancial do Catolé até a ETA Catolé-Cardoso, situada em Bebedouro. A previsão é de que o trabalho, considerado complexo e emergencial, dure três dias. Portanto, a expectativa é de retorno à operação somente na manhã de domingo (25).

Devido à interrupção do aqueduto, a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), responsável pela operação do sistema, ressalta que haverá desabastecimento em Rio Novo, Loteamento Palmar, Residencial dos Vales, parte de Satuba e as áreas atendidas pela ETA Catolé-Cardoso, são elas: Mutange, Bebedouro, Chã de Bebedouro, Chã da Jaqueira, Bom Parto e adjacências, além do Centro, Orla Lagunar, Trapiche da Barra, Prado, Ponta Grossa, Vergel do Lago, Pontal da Barra.

Para outras informações, a Casal disponibiliza aos moradores o telefone 0800 082 0195 (Call Center), que atende todos os dias, das 7h às 20h, e o Whatsapp 98139-9892.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados