Operação desarticula organização criminosa especializada no tráfico de drogas formada por familiares no Agreste

São 10 mandados de prisão e 15 de busca e apreensão que devem ser cumpridos

Operação desarticula organização criminosa especializada no tráfico de drogas formada por familiares no Agreste

São 10 mandados de prisão e 15 de busca e apreensão que devem ser cumpridos

Por Redação* | Edição do dia 24 de fevereiro de 2022
Categoria: Alagoas, Polícia | Tags: ,,


A Operação Laços de Família, coordenada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), foi iniciada nesta quinta-feira (14). A ação tem como objetivo desarticular integrantes de organização criminosa especializada em tráfico de drogas e que é formada por familiares. Ao todo, são 10 mandados de prisão e 15 de busca e apreensão a serem cumpridos nos municípios de São Sebastião e Arapiraca.

Foto: Divulgação/SSP.

Até o momento, foram presas seis pessoas, identificadas como Marcelo Henrique Ferreira da Silva, Vitória Beatriz dos Santos Silva, Paulo Henrique Ferreira da Silva, Michele Jôsy Ferreira da Silva, José Cícero da Silva e José Leandro dos Santos. Foram apreendidos duas espingardas calibre 12, um revólver, cinco quilos de maconha e cerca de trezentas gramas de crack.

As investigações realizadas constataram que uma organização criminosa vinha praticando tráfico de drogas em São Sebastião, principalmente no bairro Peroba, e no bairro Canafístula em Arapiraca.

Outro detalhe que chamou a atenção dos investigadores foi a relação familiar entre a maioria dos integrantes do grupo criminoso. O líder da Orcrim reside em Arapiraca e de lá orientava todas as ações criminosas na região. Sua irmã e seu pai, por exemplo, também compõem o grupo criminoso. Esse grau de parentesco entre os integrantes originou o nome da operação Laços de Família.

A operação é fruto de um trabalho investigativo realizado pela Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), da Polícia Civil, que foi realizada de forma integrada com 1ª Companhia Independente da Polícia Militar. Os mandados foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

*com assessoria

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados