Oficinas levam conceitos e possibilidades da Economia Criativa aos municípios alagoanos

Solução é destinada às secretarias de Cultura e demais pastas com foco na criatividade, além de empreendedores e demais agentes envolvidos no tema

Oficinas levam conceitos e possibilidades da Economia Criativa aos municípios alagoanos

Solução é destinada às secretarias de Cultura e demais pastas com foco na criatividade, além de empreendedores e demais agentes envolvidos no tema

Por Assessoria | Edição do dia 10 de novembro de 2021
Categoria: Alagoas | Tags: ,,,,


Com o propósito de disseminar os setores e demonstrar as possibilidades latentes da Economia Criativa como vetor de desenvolvimento sustentável para as regiões do estado, o Sebrae Alagoas iniciou uma série de oficinas de Economia Criativa em vários municípios alagoanos. Após ter passado por Piranhas e Santana do Ipanema, Palmeira dos Índios, as oficinas chegam a Viçosa amanhã (11) e sexta-feira (12).

As oficinas, ministradas pela consultora, mestra em Propriedade Intelectual e produtora cultural, Milla Pasan, serão direcionadas para as secretarias de Cultura e pastas correlatas à Economia Criativa, além de empreendedores e demais agentes envolvidos na temática. Elas serão divididas em quatro encontros com abordagem de Design Thinking, tendo duração de três horas cada.

No primeiro encontro, será apresentada a proposta da utilização da metodologia ágil para, de forma dinâmica, entender, desenhar, decidir, prototipar e testar aquilo que foi identificado como problema, tendo como foco o indivíduo, seu contexto social e as ideias que também podem surgir das percepções empíricas sobre Economia Criativa, Diversidade e Sustentabilidade no município.

No encontro seguinte, a ideia é apresentar a segunda questão norteadora, através da articulação teórico-prática com atividades que tornem acessíveis os conceitos e conhecimentos sobre a Economia Criativa. Nesta etapa, os conceitos serão aprofundados com a familiarização do que é trazido pelos estudiosos da área, utilizando exemplos locais regionais, nacionais e internacionais por meio de uma linguagem simples.

Já o terceiro encontro será um momento para apresentar a terceira questão norteadora e repassar de forma lúdica, por meio da atividade que envolve a produção de conteúdo de audiovisual, música, teatro, dança, literatura entre outros. Também serão apresentados os processos dinâmicos da Economia Criativa, utilizando como referencial a Propriedade Intelectual como paradigma de monetização no setor.

Por fim, o último encontro servirá para apresentar a quarta questão norteadora, por meio de atividades que envolvem o uso e produção de conteúdos criativos para ludicamente repassar os processos dinâmicos da Economia Criativa, valendo-se como referencial o fio condutor da inovação e a governança como prática e busca de desenvolvimento e transdisciplinaridade. Esse último encontro também será o momento de maturação das propostas do início da Oficina.

A analista da Unidade de Soluções e Inovação do Sebrae Alagoas, Débora Lima, destaca a importância de levar as oficinas para vários municípios do estado. “A Economia Criativa tem se mostrado um importante vetor do desenvolvimento econômico e social. Esta ação visa trazer este olhar para gestores públicos para que eles reconheçam as potencialidades criativas nos municípios e possam, a partir do planejamento realizado, promover ações que desenvolvam ainda mais a Economia Criativa local como fonte de renda e desenvolvimento econômico e social”, afirma.

Calendário

Durante o mês de novembro, as oficinas terão continuidade nos municípios de Penedo, nos dias 16 e 17; Coruripe, 18 e 19; Arapiraca, 22 e 23; Delmiro Gouveia, 25 e 26, e São Miguel dos Milagres, nos dias 29 e 30 de novembro. No mês de dezembro, a oficina será realizada em Maceió, nos dias 02 e 03; Pilar, 06 e 07, e Maragogi nos dias 09 e 10. Os locais de realização e inscrições são definidos pela gestão de cada município.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados