Observatório aponta que transmissão de Covid-19 continua instável em Alagoas

Número de óbitos caiu, mas o número de ocupação em leitos de UTI aumentou

Observatório aponta que transmissão de Covid-19 continua instável em Alagoas

Número de óbitos caiu, mas o número de ocupação em leitos de UTI aumentou

Por Redação | Edição do dia 17 de maio de 2021
Categoria: Alagoas, Coronavírus | Tags: ,,,


Foto: Reprodução

Alagoas ainda está com a pandemia fora de controle, conforme aponta o relatório do Observatório da Ufal, publicado nesta segunda (17). O estado apresentou uma queda no número de óbitos, mas registrou um aumento na ocupação de leitos de UTI.

Segundo o Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento à Covid-19 da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Alagoas registrou 4.790 casos e 114 mortes por Covid na 19ª Semana Epidemiológica. Esse número aponta uma redução no número de óbitos, comparado a semana passada, que registrou 124 mortes.

Mesmo com a queda, algumas regiões do estado apresentaram um aumento no número de casos e óbitos, como em Arapiraca, que registrou um aumento de 228 casos. Já a 6ª Região Sanitária apresentou um aumento de 6 mortes, indo de 2 para 8 óbitos em uma semana.

O único local onde teve uma diminuição gradativa foi Maceió. A capital alagoana apresentou uma queda no número de casos confirmados e de óbitos. Segundo o Boletim, a capital alagoana registrou 4,5 mortes por 100 mil habitantes, perdendo apenas para Arapiraca, que registrou 3,9. As regiões que apresentaram maior aumento no número de casos foi Arapiraca, que registrou 284 casos para 100 mil habitantes, seguida da 6ª Região Sanitária, com 180 casos por 100 mil habitantes e a 1ª, com 164/100 mil habitantes.

Quanto ao número de leitos, AL voltou a ter alta na ocupação. O estado voltou a chegar próximo de uma ocupação de 80%. Até a última atualização feita no último domingo (16), a Secretaria de Estado e Saúde (Sesau) informou que a ocupação no número de leitos de UTI chegou a 81%. Na capital, o estado está com 79% dos leitos ocupados, enquanto o interior registra 84% de sua capacidade ocupadas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados