Obra do Viaduto da PRF entra na fase final; previsão é de que a entrega ocorra neste ano

Governador e secretário Mosart Amaral fazem inspeção técnica ao equipamento e visitam rodovia que liga o Aeroporto à Cachoeira do Meirim

Obra do Viaduto da PRF entra na fase final; previsão é de que a entrega ocorra neste ano

Governador e secretário Mosart Amaral fazem inspeção técnica ao equipamento e visitam rodovia que liga o Aeroporto à Cachoeira do Meirim

Por Assessoria | Edição do dia 18 de julho de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias


O governador Renan Filho e o secretário de Estado do Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, fizeram, na tarde desta sexta-feira (17), uma visita técnica ao Viaduto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e de passagens inferiores de nível, no entroncamento da BR-104 com a BR-316, parte alta de Maceió.

“Trata-se de um investimento fundamental para melhorar o trânsito na chegada e na saída de Maceió, fazendo com que o cidadão perca menos tempo no trânsito”, observou o governador.

A construção do Viaduto da PRF e das duas passagens inferiores de nível (túneis) está sendo feita pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Transporte e Desenvolvimento Urbano (Setrand), com recursos federais da ordem de R$ 77,4 milhões. Setenta e cinco por cento dos serviços já foram executados e a previsão é de que a entrega ocorra ainda neste segundo semestre.

papel; finalmente ela ganhou forma e está bem próxima de ser entregue”, afirmou o governador.

Após a visita ao Viaduto da PRF, Renan Filho seguiu até a rodovia que o Governo do Estado está implantando entre o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares e a Cachoeira do Meirim. A via tem 12 km de extensão e 90% da obra já foi executada. A entrega está prevista para novembro deste ano.

O gestor falou da importância da obra, que vai aproximar o Litoral Norte – segundo maior destino turístico do Estado – da principal porta de entrada de turistas em Alagoas.

precisar entrar em Maceió e enfrentar o trânsito da capital; da mesma maneira para quem vem em sentido contrário. Isso vai criar uma espécie de anel viário no entorno da capital. Isso vai ajudar o turismo e o escoamento da produção”, detalhou Renan Filho. A obra também conta com uma ciclovia, em toda a sua extensão.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados