OAB Alagoas propõe criação de Comitê de Justiça para sistema judicial

Entidade acredita que a medida pode estabelecer uma democratização do Judiciário no Estado

Por | Edição do dia 4 de janeiro de 2019
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,,,,


A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB/AL), Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), Ministério Público de Alagoas (MP/AL), entidades representativas dos serventuários do Judiciário e demais que compõem o sistema de justiça do Estado juntos. Essa foi a proposta encaminhada ao TJ/AL, nesta quinta-feira (03), pela Seccional alagoana, que defendeu a criação do Comitê de Justiça.

O objetivo da iniciativa, que é inédita, é estabelecer um canal permanente e eficiente de interlocução entre as principais entidades que compõe o sistema de justiça em Alagoas. “Servirá como um importante instrumento de identificação de dificuldades, análise de diagnósticos e apresentação de soluções, admitindo, através do diálogo e do trabalho em conjunto, a democratização do Poder Judiciário alagoano, aproximando as instituições e otimizando a prestação do serviço”, detalhou o presidente da OAB Alagoas, Nivaldo Barbosa Jr., no ofício.

Durante a reunião com o presidente do TJ/AL, desembargador Tutmés Airan, ficou definida uma audiência pública onde a advocacia terá a oportunidade de apresentar pleitos ao Judiciário, além de debater questões importantes referente à morosidade no sistema. A audiência ficou marcada para o dia 23 de janeiro, às 9h, no Pleno do Tribunal.

 A Seccional ainda se colocou a inteira disposição para auxiliar no que for necessário, inclusive, na elaboração dos instrumentos normativos necessários. “Sejamos, pois, um laboratório nacional para as boas práticas e iniciativas, tudo em favor do destinatário final de nossos múnus, que é a sociedade e o jurisdicionado”, finalizou o presidente da Ordem em Alagoas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados