O que leva Sérgio Moro a achar que pode ser presidente do Brasil?

Sérgio Moro, para quem não sabe, foi responsável pela destruição da indústria nacional ao condenar executivos de empreiteiras, bloqueando bens das empresas, contas e tudo que faziam elas existirem

O que leva Sérgio Moro a achar que pode ser presidente do Brasil?

Sérgio Moro, para quem não sabe, foi responsável pela destruição da indústria nacional ao condenar executivos de empreiteiras, bloqueando bens das empresas, contas e tudo que faziam elas existirem

Por Antonio Pereira | Edição do dia 14 de janeiro de 2022
Categoria: Opiniões | Tags: ,,,,,,,


Condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-juiz de Curitiba, Sérgio Moro tem se aventurado pelo país em uma pré-campanha eleitoral, segundo ele, visando o posto do seu antigo chefe e aliado, Jair Bolsonaro.

Sérgio Moro, para quem não sabe, foi responsável pela destruição da indústria nacional ao condenar executivos de empreiteiras, bloqueando bens das empresas, contas e tudo que faziam elas existirem. Resultado: milhares e milhares de trabalhadores desempregados e falências homéricas das outrora maiores empresas do Brasil.

Por pouco, Sérgio Moro e os procuradores da chamada Lava Jato não destruíram por completo a maior empresa brasileira. A Petrobras quase caiu na valeta das falências, graças a uma campanha midiática sem precedentes de desagregação e calúnias contra a petrolífera brasileira.

Tudo isso que se sabe sobre Sérgio Moro e sua ação judicial nefasta. Tem ainda o fato dele ter condenado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que chegou a ficar preso por quase 600 dias em uma cela na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba.

Lula acabou sendo solto graças ao vazamento de áudios e gravações de texto, onde o ex-juiz e os procuradores tramaram a condenação do petista no maior escândalo judicial da história do Brasil.

O ex-presidente Lula liderava as pesquisas de intenção de votos em 2018, o que levou o ex-juiz e demais procuradores a realizar o cerco, tirando o favorito da eleição. Assim, ganhou o certame o mais incapacitado político brasileiro. Seu nome: Jair Messias Bolsonaro. De 2018 para cá o Brasil tem sofrido inúmeras perdas, seja na imagem internacional, seja na miserabilidade crescente do seu povo.

Bolsonaro completa três anos de governo totalmente encalacrado com uma série de denúncias, inclusive na compra superfaturada de vacinas, o que levou o Senado a realizar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), onde Bolsonaro aparece como responsável direto pelas mortes de mais de 600 mil brasileiros e brasileiras.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados