Nordestão: CRB e CSA têm chances reais de avançar para o mata-mata

Nordestão: CRB e CSA têm chances reais de avançar para o mata-mata

Por Thiago Luiz - Estagiário | Edição do dia 29 de março de 2021
Categoria: Esportes


Faltam apenas três rodadas para o fim da fase de grupos da Copa do Nordeste 2021. Com isso, as equipes já começam a sinalizar em qual local da tabela de classificação vão brigar. São 16 times disputando a competição e a divisão nacional é o que menos importa na “Lampions”. É comum ver times da Série C, como o Botafogo-PB, brigando no mata-mata de forma equilibrada. Mas, equipes como CRB e CSA não conseguiram dar trabalho nas últimas temporadas, apesar de figurarem nas Séries B e A, respectivamente.

No atual cenário, o Grupo B, em que o Azulão lidera, a situação anda mais “apertada” para antecipar quem fica no G-4. Do Salgueiro-PE, sexto colocado, até o CSA, atual líder da chave, a diferença é de apenas dois pontos. ABC [com um jogo a menos], Fortaleza e Vitória somam oito pontos, apenas um atrás do time marujo.

O CSA tem pela frente O Ceará fora de casa, o 4 de Julho no Rei Pelé e o Sampaio Corrêa no Maranhão. O Vozão é sempre uma figurinha carimbada na fase eliminatória do Nordestão e uma “pedreira” para os adversários. Até o momento não sabe o que é perder na Copa. São quatro empates, diante de ABC, Altos, Fortaleza e Botafogo-PB. Venceu apenas uma: 3 a 1 no Vitória.

O 4 de Julho tem feito uma competição muito discreta. Conseguiu apenas uma vitória, diante do Salgueiro. Soma ainda dois empates, contra Botafogo-PB e Sport. E perdeu para o Altos-PI por 2 a 0. Pode ser o duelo mais “tranquilo” para o time alagoano. Uma oportunidade de conquistar três pontos.

A Bolívia Querida perdeu apenas uma: 2 a 0 para o Fortaleza. Também soma três empates, contra Sport, Botafogo-PB e Vitória. O único triunfo foi diante do Altos-PI, pelo placar mínimo de 1 a 0.

Com esses três confrontos se aproximando, o lateral-direito do CSA, Estevam, afirmou que as pretensões do clube no Nordestão são muito altas: “A gente vem trabalhando para tentar vencer todos os campeonatos que vamos disputar, com muita humildade. O CSA vem se dedicando para buscar o título da Copa do Nordeste”.

Já no Grupo A, o CRB conseguiu resultados que deixaram a classificação bem encaminhada. Diante do Vitória, poderia ter segurado o resultado de 1 a 0, mas a defesa acabou cometendo uma penalidade que resultou no empate do Leão. Mesmo assim, ficou com a liderança da chave.

O técnico Roberto Fernandes disse que o Galo precisa fazer ajustes para continuar brigando: “A gente precisa continuar trabalhando para corrigir, porque independente do pênalti, nós tivemos mais uma vez o contra-ataque à nossa disposição, mas faltou capricho no último passe para fazer o segundo gol e liquidar a partida”.

No jogo de Salvador, o treinador optou por um time alternativo, já que no último sábado (27), o Regatas tinha o confronto da Copa do Brasil, contra o Goianésia-GO.

“Time ganha jogo, mas elenco ganha competição. Não se pode passar o ano inteiro com a mesma escalação. O treinador precisa tomar decisões e assumir a responsabilidade. O CRB está num momento crítico da temporada: temos quatro jogos com apenas dois dias de intervalo de uma partida para outra”, justificou Roberto Fernandes.

Nos três últimos confrontos, o CRB pode carimbar de vez o “passaporte” para o mata-mata. Vai encarar o ABC no Rei Pelé, que deve ser o adversário mais difícil. Depois visita o Salgueiro-PE e por último recebe o Altos também no Trapichão.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados