Nasce primeiro bebê após retorno de serviços de maternidade do Hospital da Mulher

Mariana da Conceição teve um parto humanizado com a ajuda da equipe multidisciplinar da unidade

Nasce primeiro bebê após retorno de serviços de maternidade do Hospital da Mulher

Mariana da Conceição teve um parto humanizado com a ajuda da equipe multidisciplinar da unidade

Por Assessoria | Edição do dia 23 de dezembro de 2021
Categoria: Saúde | Tags: ,,,,,,


Nasceu na manhã dessa quarta-feira (22), às 10h58 de parto natural, pesando 2,9 quilos e medindo 36,5 centímetros, a pequena Luiza Apolinário. A recém-nascida foi o primeiro bebê a vir ao mundo após retorno dos serviços de maternidade do Hospital da Mulher Dra. Nise da Silveira, localizado no bairro do Poço, em Maceió.

Mariana da Conceição Apolinário, de 16 anos, chegou às dependências da maternidade, onde foi acolhida pela equipe multidisciplinar da unidade. Ela teve um parto humanizado com ajuda de enfermeiros obstetras, fisioterapeutas e doulas – profissionais que deram assistência física e emocional à mamãe no parto.

Emocionada, Mariana agradeceu todo cuidado e comemorou ao ver a filha pela primeira vez. “Foi muito bom conhecer a Luiza, estou feliz! Gostei muito do atendimento de toda equipe. Fui acolhida e, graças a Deus, deu tudo certo”, diz.

Acompanhando a paciente, Rosineide Queiroz aguardava emocionada o nascimento da bebê e agradeceu todo cuidado com a gestante.  “O atendimento aqui foi ótimo, gostei muito, eu trouxe a Mariana, conheço ela desde novinha e a bebê é como se Luiza fosse uma neta minha. Em 2019 minha neta nasceu aqui na unidade e foi assim também todo o atendimento, com esse cuidado com a grávida e o bebê”, relembrou.

A enfermeira obstetra responsável pelo parto, Laura Nobre, explicou que o parto foi realizado de forma humanizada garantindo todo cuidado à nova mamãe e ao bebê. “Trabalhamos aqui no Hospital da Mulher com parto humanizado. Hoje tivemos a primeira mulher que foi acolhida pela nossa equipe, após a retomada da maternidade, onde temos uma estrutura adequada para estar acolhendo as mulheres alagoanas. Nasceu o nosso primeiro bebê, a Luiza, uma bebezinha linda que nasceu em um parto humanizado, cheio de amor”, comemorou.

O enfermeiro obstetra Wbiratan de Lima enfatizou que o Hospital da Mulher possui o Centro de Parto Normal (CPN) que desmistifica o parto e dá protagonismo à mulher. “Nós fazemos parte de uma revolução do sistema do parto humanizado, pois aqui nós não somos uma maternidade convencional. Nós somos um CPN que vem tentando ao longo do tempo desmitificar o parto para tentar reduzir os índices de partos cesarianos. E aumentar cada vez mais o protagonismo da mulher pela escolha e decisão do parto normal e humanizado para boas práticas obstétricas”, ressaltou.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados