Mutirão emite mais de 2 mil contratos da casa própria

Realizado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura, em parceria com a Caixa Econômica Federal, ação emitiu 2.411 contratos do Conjunto Jarbas Oiticica

Por | Edição do dia 30 de dezembro de 2015
Categoria: Artigos, Notícias, Regionais | Tags: ,,,,,


large

Famílias com rendimento até R$ 1.600,00 ou em situação de vulnerabilidade social foram contempladas com a assinatura do contrato (Foto: Ascom/Seinfra)

O Conjunto Jarbas Oiticica, situado no município de Rio de Largo, recebeu em apenas dois dias, 2.411 contratos assinados por alagoanos. O empreendimento faz parte do Programa Minha Casa, Minha Vida e contempla 3.418 famílias, cadastradas desde 2009.Foram mais de 50 funcionários da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e da Caixa Econômica Federal que estiveram envolvidos na ação, possibilitando a emissão parcial de 76,6% dos contratos, desde a última segunda-feira (28)

 De acordo com Aparecida Machado, secretária da Infraestrutura, a expectativa é de que as casas sejam entregues em fevereiro do próximo ano. “É gratificante encerrar o ano com a garantia de que mais de três mil alagoanos terão seu próprio lar. Sabemos o quanto a habitação é importante e estamos engajados nesse segmento”, destacou.

A ação beneficia indivíduos com renda familiar de até R$ 1.600,00 e em situação de vulnerabilidade social. Todos os beneficiários cumprem os pré-requisitos do Ministério das Cidades e, na maioria dos casos, residem em áreas de risco, possuem pessoas com deficiência na família ou são mulheres chefes de família.

Para a entrega das habitações, a Seinfra também executou a infraestrutura de água e esgoto de todo o Conjunto Jarbas Oiticica. Além de condições adequadas de moradia, os contemplados também terão a oportunidade de realizar o sonho da casa própria a um custo mínimo: 5% da renda declarada, mensalmente.

Com as facilidades de financiamento do programa, as parcelas variam de R$ 25 a R$ 80. Para Sandra Ramalho, mãe de 4 filhos, essa era a única alternativa para realizar o sonho da casa própria. “Quando vi a minha convocação, não acreditei. Finalmente, terei a minha casa e um lar para chamar de meu”, salientou.

 

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados