Mulher de 24 anos é libertada de cativeiro em Arapiraca

A vítima, que foi sequestrada em Pernambuco, estava muito debilitada e com sinais de tortura

Mulher de 24 anos é libertada de cativeiro em Arapiraca

A vítima, que foi sequestrada em Pernambuco, estava muito debilitada e com sinais de tortura

Por Thatyana Ferreira, estagiária sob supervisão | Edição do dia 12 de janeiro de 2021
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,


Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Uma mulher de 24 anos foi libertada de um cativeiro no sítio Batingas, zona rural de Arapiraca, por volta das 17h desta segunda-feira (11). A vítima estava debilitada, com muitas lesões e sinais de ter sido possivelmente torturada. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada para fazer o socorro.

A vítima, que teria sido sequestrada no estado de Pernambuco, possui passagem pela polícia por crime de tráfico de entorpecentes. Três acusados de terem cometido o sequestro foram presos, dois homens de 25 e 20 anos e uma mulher de 27 anos.

As informações que a Delegacia de Homicídios recebeu das seções de antissequestro da Polícia Civil,  dos estados de Santa Catarina e Pernambuco, eram de que uma mulher estava sendo feita de prisioneira por dois homens. Guarnições do Pelopes foram acionadas e encaminhadas ao sítio Batingas. 

Os suspeitos foram localizados pelo Grupamento Aéreo e por Policiais Civis. Eles assumiram a autoria do crime após apresentar resistência. O Samu também esteve presente para prestar socorro à vítima que estava debilitada e precisava de atendimento imediato. 

Muitas horas depois da mulher ter sido liberta do cárcere, moradores da região denunciaram a dona da casa em que a vítima tinha sido mantida refém. A proprietária do lugar teria se desfeito de uma arma de fogo.

Parte do material apreedido durante a ação Foto: Assessoria

Durante a ação a polícia apreendeu vários pertences dos acusados. Dentre eles 190 reais, um carro, três celulares, 450 gramas de maconha, uma arma de fogo e 15 munições. Os suspeitos foram levados à Delegacia Regional onde foram presos em flagrante, acusados de extorsão mediante sequestro, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, associação criminosa, resistência e tortura

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados