MPT encaminha pedido para que instituição de ensino apresente propostas a docentes

Por Carol Amorim - Repórter | Edição do dia 4 de novembro de 2020
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,,,,


Foto: Divulgação

Ao fim da audiência de conciliação no Ministério Público do Trabalho (MPT), entre Sindicato dos Professores de Alagoas (Sinpro-AL) e a Uninassau, realizada na manhã desta quarta-feira, 4, foi encaminhado pedido para que a instituição de ensino superior apresente propostas no próximo dia 25 que possam atender aos interesses do docentes da instituição. Antes da audiência, um grupo de docentes realizou protesto em frente ao MPT  para denunciar a redução salarial imposta à categoria pelas faculdades privadas.

De acordo com Mona Spinassé, diretora do Sinpro e professora do ensino superior privado, o pedido encaminhado a instituição após audiência pede para que ela apresente uma proposta de mudança de cláusulas para restringir o uso de imagem por tempo determinado e enquanto o professor trabalhar na instituição.

“Assim como, foi solicitado uma resposta da Instituição sobre o pedido do auxílio financeiro para os professores terem condições de ministar aulas de forma remota”, complementou.

Na oportunidade, a diretora do Sinpro ainda relatou sobre outros problemas que os docentes vem enfrentando, como a falta de pagamento de hora extra, desvio de função e descumprimento do termo coletivo em relação as férias coletivas. Sobre isso, Mona conta que a instituição se colocou à disposição para discutir junto ao Sintro.

Apesar da audiência ter envolvido apenas uma instituição de ensino superior, Mona Spinassé conta que há uma precarização docente em todas as instituição de ensino superior privado e que o Sinpro realizou a denúncia ao MPT de outras instituições.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados