MPE deve pedir prisão preventiva de homem que esfaqueou e matou cadela por pedaço de carne

Crime aconteceu no Mercado Público de Delmiro Gouveia e gerou revolta na população

MPE deve pedir prisão preventiva de homem que esfaqueou e matou cadela por pedaço de carne

Crime aconteceu no Mercado Público de Delmiro Gouveia e gerou revolta na população

Por Redação | Edição do dia 24 de agosto de 2021
Categoria: Notícias, Polícia | Tags: ,,,,,


Cadela foi esfaqueada depois de comer pedaço de carne (Foto: Redes sociais)

O Ministério Público do Estado (MPE) requererá a prisão do homem que esfaqueou e matou uma cadela no Mercado Público de Delmiro Gouveia, Sertão de Alagoas, nesta segunda-feira (23). O animal chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

O homem ainda não identificado teria cometido o crime depois que a cadela comeu um pedaço de carne do seu comércio. Segundo o MP, caso estejam presentes os pressupostos previstos em lei, o órgão requererá a conversão da prisão do autor do crime em preventiva.

Imagens do animal agonizando foram divulgadas nas redes sociais e o caso ganhou repercussão. No dia do crime, a Polícia Civil (PC) prendeu o agressor em flagrante, levou-o para a delegacia em Batalha e abriu um inquérito para investigar o caso.

O promotor Guilherme Diamantaras, que atua na área de meio ambiente, aguarda, somente, que o flagrante feito na delegacia da cidade de Batalha chegue ao Ministério Público para que, a partir daí, se peça a conversão da prisão em flagrante em preventiva.

Ele explica que, após a conclusão do inquérito, será ajuizada ação penal por maus-tratos com resultado morte, cuja pena máxima pode chegar a 6 anos e 8 meses, já que animal não resistiu ao procedimento cirúrgico.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados