MPAL cobra explicação da Equatorial sobre instalação de rede no Graciliano Ramos

Moradores da região alegam que a referida rede está apresentando risco à comunidade

MPAL cobra explicação da Equatorial sobre instalação de rede no Graciliano Ramos

Moradores da região alegam que a referida rede está apresentando risco à comunidade

Por | Edição do dia 25 de novembro de 2019
Categoria: Ultimas Notícias | Tags: ,


06 equatorial

Foto: Divulgação

O Ministério Público Estadual de Alagoas (MPAL) quer que a Equatorial Energia se explique sobre a construção de uma rede de alta tensão que está sendo construída dentro do Conjunto Residencial Graciliano Ramos. Os moradores da região protocolaram uma representação na Promotoria de Defesa do Consumidor e alegam que a referida rede está apresentando risco à comunidade.

Com base na representação entregue por uma comissão de moradores, onde consta também um abaixo-assinado, uma notícia de fato foi instaurada pelo promotor de justiça Max Martins, que passou a atuar de forma conjunta com o promotor Jorge Dórea, da Promotoria de Justiça de Urbanismo.

Segundo eles, a população alegou que a instalação de tal rede de alta tensão “causará grande prejuízo à comunidade, à mobilidade de pessoas (notadamente de idosos e cadeirantes), inclusive, com permanente risco de morte e acidentes à população local”. Portanto, levando em consideração do temor dos moradores, dois ofícios foram enviados à Equatorial pedindo explicações sobre as obras.

“Com efeito, além de outros critérios que devem ser observados para a devida instalação, é crucial que o projeto de redes e de linhas de distribuição deve atender as exigências e regulamentações dos órgãos ambientais federais, estaduais e municipais, consoante dispõe o tópico 2.4.3, do Procedimento de Distribuição de Energia Elétrica no Sistema Nacional (Prodist), publicado pela Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel”, argumentou o promotor Max Martins no documento encaminhado à empresa.

O promotor Jorge Dórea também cobrou explicações: “necessitando instruir a notícia de fato nº 01.2019.00004123-0, que trata de reclamação em face da empresa Equatorial, cujos autos integrais estão eletronicamente disponíveis no SAJ/MP, notifico vossa senhoria para dar cumprimento ao despacho de folhas 14/15, prestando as informações necessárias no prazo de 10 dias, contados a partir do recebimento deste expediente”, diz o ofício enviado à direção da fornecedora de energia elétrica. O documento foi enviado na última sexta-feira (22).

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados