MPAL afirma que está adotando providência cabíveis em casos de bebês carbonizados em Joaquim Gomes

MPAL afirma que está adotando providência cabíveis em casos de bebês carbonizados em Joaquim Gomes

Por Redação | Edição do dia 19 de agosto de 2020
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,


Foto: JG Notícias

O promotor de Justiça, Paulo Barbosa, da Promotoria de Justiça de Joaquim Gomes, informou, por meio de nota, que está adotando todas as providências cabíveis nos casos das mortes de bebês carbonizados em Joaquim Gomes.

Nos dias 9 e 17 de agosto, bebês morreram em incêndios dentro de casa. Em ambos os casos, as crianças estavam sem a companhia de um adulto quando as chamas se alastraram. No primeiro caso, a criança estava na companhia de outras duas crianças, seus irmãos, quando, em uma brincadeira com fogo, um incêndio se alastrou na casa fazendo com que o bebê morresse. As outras duas crianças foram resgatadas por vizinhos. A mãe havia saído de casa e chegou logo após o acidente.

Já o segundo caso, o bebê estava sozinho em uma casa quando as chamas se alastraram. A mãe da criança, única companhia dentro de casa, havia saído para preparar a refeição do bebê na casa da avó da criança. No local não tinha energia elétrica. Nesse caso, a mãe também chegou ao local quando o incêndio já havia se alastrado.

O promotor informou que a Promotoria de Justiça de Joaquim Gomes está adotando todas as providências cabíveis sobre os casos, tanto na esfera criminal quanto cível.

Ele também informou que o mérito dos fatos segue em segredo de Justiça, como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados