Moradores de loteamentos de Marechal Deodoro denunciam descaso com infraestrutura

Proprietários pedem uma ação civil pública para responsabilizar a prefeitura pelo descaso

Moradores de loteamentos de Marechal Deodoro denunciam descaso com infraestrutura

Proprietários pedem uma ação civil pública para responsabilizar a prefeitura pelo descaso

Por Thayanne Magalhães | Edição do dia 17 de junho de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias | Tags: ,,,


Este slideshow necessita de JavaScript.

Ano após ano os moradores e proprietários de casas de veraneio dos loteamentos Luar do Francês e Encontro do Mar, em Marechal Deodoro, denunciam a situação das ruas alagadas no período chuvoso e acusam da prefeitura de descaso. “Todas as vezes que começa o período das chuvas entre abril e maio os problemas da gente se avolumam, porque os dois loteamentos não são calçados e nem possuem uma drenagem eficiente”, afirmou a servidora pública Laeuza Farias, que é moradora.

Ela destaca que a água tem se acumulado em algumas rua, como a João Pessoa e Fortaleza, causando transtorno para os moradores. “O nosso retorno, quando a duplicação foi feita, ficou praticamente na Barra de São Miguel, e nós usamos um desvio interno do loteamento que passa pela rua Recife, mas ela está intransitável, e todos anos é a mesma coisa”, reclama Laeuza.

A moradora conta que no ano passado a Prefeitura de Marechal Deodoro iniciou as obras e prometeu asfaltar a Rua Recife, que facilita o retorno dos moradores para a cidade. “Porém, a construtora desocupou o canteiro de obras afirmando que não estava recebendo o pagamento pelo trabalho. Nós nos sentimos abandonados sem nenhuma obra consistente de f=drenagem e pavimentação das vias. Nada”, continua.

Laeuza lembra que a região onde estão os loteamentos tem crescido ano após ano, mas não há infraestrutura. “Estão vendendo cada vez mais terrenos, construindo casas, prédios de apartamentos e os problemas só estão aumentando. Denunciamos a situação ao Ministério Público, mas não houve nenhum resultado prático. Queremos uma ação civil pública para responsabilizar a prefeitura”, concluiu.

O professor Carlos Tojal, morador do Loteamento Encontro do Mar, reclama ainda da existência de uma estação de tratamento de dejetos localizada próximo de sua residência. “Devido ao alagamento constante da rua nesse período, a bomba dessa estação queima, deixa de bombear os excrementos e a região se torna uma fossa a à céu aberto”, relata.

Em nota, a Prefeitura de Marechal Deodoro informou que as ruas dos loteamentos têm recebido manutenção. Confira na íntegra:

NOTA OFICIAL

A Secretaria de Infraestrutura e Obras informa que as ruas em questão vem recebendo manutenção e já conta com um projeto de drenagem e pavimentação da via. Desde o início da atual gestão, a Prefeitura de Marechal Deodoro já pavimentou mais de 100 ruas por meio do programa Pavimenta Ação. O município está dando continuidade ao programa e pretende pavimentar o máximo de ruas possíveis, tendo em vista que hoje, Marechal Deodoro conta com mais de 300 ruas ainda não pavimentadas.

Em períodos de fortes chuvas, algumas vias são prejudicadas com os temporais. Com isso, o programa municipal PREVENIR – Comitê de Prevenção às Enchentes vem realizando o trabalhado de melhoramento de acesso e patrolamento das ruas.

 

 

2 comentários em “Moradores de loteamentos de Marechal Deodoro denunciam descaso com infraestrutura”

  1. Joyce Gomes disse:

    Parabéns pela matéria, nossos 2 loteamentos merecem respeito! Somos contribuintes e pagamos nossos caríssimos impostos e não vemos nenhum retorno da prefeitura.

  2. Joana disse:

    Este projeto não sai do planejamento de anos atrás. Quantos anos serão necessário para solucionar o problema????

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados