Moradores de Guaxuma protestam novamente contra obra de estação elevatória

A prefeitura de Maceió informou que suspendeu as obras

Por Redação | Edição do dia 8 de setembro de 2020
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,,


Foto: Cortesia para o Cada Minuto

Os moradores do conjunto Gurguri, em Guaxuma, Maceió, realizaram novo protesto na manhã desta terça-feira, 8, para impedir a implantação de uma estação elevatória de esgotos na Praça Professor Paulo Décio e em áreas verdes da região. Os moradores já protestaram recentemente contra o mesmo problema.

Segundo os moradores, através de sua associação, eles já recorreram ao 9° Ofício do Ministério Público Federal (MPF) para solicitar a paralisação das obras nos locais em que o grupo é contra a construção, até que um entendimento seja alcançado oficialmente.

Os moradores reivindicam, com base na Lei de Acesso à Informação, que a prefeitura de Maceió dê acesso ao trâmite e teor do processo e do projeto de implantação da rede coletora de esgotos do Litoral Norte, especialmente no que diz respeito ao bairro Guaxuma. O grupo tem interesse em saber quem licenciou a obra e com base em qual estudo a obra foi licenciada.

Os moradores também querem a oficialização pela prefeitura da retomada do projeto original da rede coletora, que, segundo eles, prevê duas e não apenas uma estação de esgotos no bairro. O grupo diz temer que haja interesse econômico em jogar todos os esgotos atuais e futuros em uma única estação, que ficaria próxima as casas dos loteamentos.

O grupo aguarda ainda o desdobramento das providências que o MPF requereu a prefeitura. O grupo pretende sugerir que o órgão fiscalizar de áreas de tutela federal, como os terrenos de Marinha do Gurguri, convoque e presida uma audiência pública com as partes em desacordo para que o conflito que já dura um mês seja solucionado com um acordo que contemple ambas as partes.

Reposta da prefeitura

A prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), informou que suspendeu a obra de construção da estação elevatória na Praça do conjunto Gurguri, em Guaxuma. O município ainda informou que as obras que estão em continuidade são as de instalação da rede coletora de esgoto e que não teria relação com a área onde será construída a estação elevatória.

“Ao suspender a construção da estação elevatória na Praça do Gurguri, a Seminfra sugeriu quatro locais para os moradores escolherem onde instalar o equipamento. No entanto, um grupo de pessoas tenta impedir o andamento das obras, por meio de manifestações. A Seminfra ressalta que precisa seguir com o cronograma de atividades, cujos prazos devem ser cumpridos”, consta em nota.

A Seminfra ainda garante que o sistema de esgotamento sanitário que está sendo implantado no loteamento não vai provocar degradação ambiental ou possível geração de odores. E que o sistema sugerido pelos moradores, o de fossa séptica e sumidouro (vala de infiltação), se trata de um mecanismo de baixa eficiência, que provocaria contaminação do lençol freático, além de outros prejuízos ao meio ambiente.

A Seminfra, por fim, afirmou que a prefeitura adotará os procedimentos cabíveis para que os serviços tenham continuidade.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados