Moradores da Garça Torta cobram que urbanização respeite as tradições do bairro

Comunidade pede que prefeitura pavimente rua com pedras; projeto da prefeitura prevê asfaltamento

Moradores da Garça Torta cobram que urbanização respeite as tradições do bairro

Comunidade pede que prefeitura pavimente rua com pedras; projeto da prefeitura prevê asfaltamento

Por Lucas Maia | Edição do dia 25 de março de 2021
Categoria: Maceió, Notícias | Tags: ,,


Moradores do bairro de Garça Torta se reuniram nesta quarta-feira (25) para cobrar que a Prefeitura de Maceió conclua o saneamento do bairro respeitando as tradições e a cultura do lugar, que atrai visitantes de todo o mundo por ser um recanto bucólico no Litoral Norte da cidade. A comunidade pede que a Rua São Pedro, que dá acesso às praias e restaurantes do local, seja pavimentada com pedras ao invés de asfalto.

Foto: Lucas Maia / O Dia

Na ocasião os moradores se encontraram com o vereador Valmir Gomes (PT), que se comprometeu a levar as demandas da população ao conhecimento do prefeito JHC (PSB) e mediar uma solução negociada entre os moradores e a Prefeitura de Maceió. “A comunidade da Garça Torta sugeriu a nossa presença aqui e vamos desenvolver todos os nossos esforços para encontrar uma solução que respeite a arquitetura e a história do bairro”, disse o vereador.

Foto: Lucas Maia / O Dia

De acordo com a moradora Melina Vasconcelos, o saneamento do bairro é um pleito antigo dos moradores. Ela explica que a comunidade quer que tudo seja organizado, que tenha saneamento básico e que a rua tenha um revestimento, mas diz que as demandas da população do local precisam ser melhor discutidas junto à prefeitura. “Nos somos um bairro que é um patrimônio cultural da cidade de Maceió. Nós temos um estilo de vida pacato, com uma praia mais afastada e que por essas características atrai tanto o visitante local quanto o turista de fora”, diz a moradora.

Lucas Maia / O Dia

Para Melina é preciso ter progresso na região, mas falta planejamento para que as intervenções do poder público levem em consideração as características tradicionais do lugar. “Transformar a Garça Torta em uma nova Ponta Verde não é uma atitude inteligente, não é a nossa vocação. Nós temos atividades econômicas que pedem que o estilo de vida seja mantido. Meu marido tem um restaurante e nós usufruímos desse estilo de vida do bairro para nos manter economicamente”, afirma.

Melina Vasconcelos / Acervo Pessoal

Ainda de acordo com a moradora, no ano passado a comunidade conseguiu falar com o prefeito e apresentar os argumentos para que o pavimento fosse construído de pedra ou de piso intertravado, no entanto com a mudança da gestão na prefeitura esse diálogo foi interrompido. “A gente quer que o bairro cresça, mas cresça de forma organizada, evitando a gentrificação, evitando expulsar os nativos que vivem da pesca pra isso aqui virar um lugar reservado à elite econômica. É isso que a gente quer”, concluiu.

Em nota, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) informou que, no dia 3 de março, participou de uma reunião com a comunidade na Associação de Moradores da Garça Torta, onde os representantes da secretaria informaram que poderia haver atrasos com a mudança do projeto. De acordo com a Seminfra, após um debate os moradores presentes haviam decidido pela continuidade das obras com o pavimento de asfalto.

A ata enviada pela secretaria mostra que havia 13 pessoas presentes à reunião.

De acordo com Aguinilton, um dos moradores presentes, a comunidade estranhou o argumento da prefeitura de que o asfaltamento teria sido aprovado por moradores da Rua São Pedro e decidiu fazer uma consulta com todos os residentes, passando de casa em casa coletando as assinaturas e a opinião de cada morador. “Foi 92% de aceitação às pedras. Constatamos que a grande maioria, nesse censo que nós fizemos, é a favor da pavimentação em paralelepípedos”, afirmou.

Foto: Lucas Maia / O Dia

O documento tem um total de 120 assinaturas, sendo que 5 pessoas preferem asfalto, 3 não opinaram e 112 defenderam a pavimentação de pedras.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados