Modernização de estações elevatórias de água vai beneficiar Mata Grande e Canapi

Investimento na recuperação das unidades foi de R$ 10 milhões em recursos próprios

Modernização de estações elevatórias de água vai beneficiar Mata Grande e Canapi

Investimento na recuperação das unidades foi de R$ 10 milhões em recursos próprios

Por Redação com Assessoria | Edição do dia 26 de março de 2021
Categoria: Alagoas, Notícias


A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) destinou, em recursos próprios, cerca de R$ 10 milhões para obras de recuperação e modernização de nove Estações Elevatórias de Água Tratada (EEAT) situadas ao longo do Sistema Coletivo do Sertão. As obras foram concluídas em 2019 e consistiram, principalmente, na troca dos conjuntos motobombas por equipamentos de maior potência (entre 300 a 400cv), troca dos quadros de comando e de todo o sistema elétrico das estações, além da recuperação estrutural das unidades.

Essas estações são responsáveis por bombear a água através da adutora e fazer com que ela chegue a todas as cidades atendidas por esse sistema. Elas ganham ainda mais relevância pelo fato do relevo da região ser formado por serras, as quais exigem equipamentos potentes para vencer, além da distância, a altitude.

Nesses dois quesitos – distância do manancial altitude – destacam-se Mata Grande e Canapi, que ficam no final do sistema. Água Branca, Pariconha, Olho D’água do Casado e Delmiro Gouveia são também abastecidos pelo mesmo sistema coletivo.

Para que funcionem adequadamente, os conjuntos motobombas das EEATs precisam do fornecimento de energia elétrica a contento. Ocorre que, algum tempo após serem instalados, ocorreu um evento na rede elétrica e três desses equipamentos foram danificados.

Diante disso, a Casal e a empresa responsável pela instalação acionaram a concessionária de energia, que a partir daquele momento iniciou as tratativas para em seguida realizar obras na região, as quais resultaram na substituição de equipamentos em sua estrutura.

Já os três conjuntos motobombas foram retirados pela empresa responsável pela instalação e pela Casal e levados para a fábrica, em São Paulo, onde passaram por manutenção, a qual levou mais tempo que o normal em razão da pandemia de coronavírus.

Segundo a Casal, até o começo de abril eles serão transportados de volta a Alagoas e, com a instalação e os testes feitos, espera-se que, até o final do próximo mês, estejam em pleno funcionamento, voltando a beneficiar com mais água as cidades de Mata Grande e Canapi.

“A Casal reafirma que mantém seu compromisso com os moradores do Alto Sertão para melhorar o serviço e fazer os investimentos necessários para que a população tenha água com regularidade e conforto. Para isso, a Companhia tem empenhado total esforço, conhecimentos técnicos e recursos a fim de beneficiar a população local”, frisou o presidente da empresa estatal, Clécio Falcão.

ETA Alto Sertão

A recuperação e modernização das Estações Elevatórias de Água Tratada efetuadas pela Casal, que investiu cerca de R$ 10 milhões em recursos próprios nessa iniciativa, foi uma obra complementar à Estação de Tratamento de Água (ETA) Alto Sertão, situada entre Pariconha e Delmiro Gouveia e que foi inaugurada em 2016.

A unidade capta água diretamente no Canal do Sertão, faz o tratamento e envia o líquido pelas adutoras. Porém, para que ele chegue até Pariconha, Água Branca, Mata Grande e Canapi, principalmente, era preciso recuperar as EEATs, que fazem o bombeamento dessa água.

A ETA Alto Sertão foi uma obra do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), com recursos do Governo Federal e contrapartida do próprio Estado, num total de aproximadamente R$ 130 milhões. Ela beneficia cerca de 130 mil moradores de oito cidades e 40 povoados da região.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados