Ministério Público investiga “Ato Infracional”

Meninos do Colégio Tiradentes são suspeitos de envolvimento em tentativa de estupro de vulnerável durante “recreio”

Ministério Público investiga “Ato Infracional”

Meninos do Colégio Tiradentes são suspeitos de envolvimento em tentativa de estupro de vulnerável durante “recreio”

Por | Edição do dia 4 de novembro de 2018
Categoria: Jornal o Dia


Um grupo formado por nove estudantes, sendo sete meninos e duas meninas (com idades de12 a 16 anos), será alvo de uma investigação na Polícia Civil para identificar se houve um Ato Infracional (crime cometido por menores) no caso que ganhou repercussão na semana passada. Uma policial militar lotada na escola gravou, com o telefone celular – durante cerca de 30 minutos – cenas que, segundo ela, “sugeria situação suspeita de estupro de vulnerável”, o mesmo que conjunção carnal praticada com menor de 14 anos. Na gravação, verificam-se carícias, um beijo e algazarra dentre os alunos.
Após a gravação – sem que houvesse a intervenção preventiva da policial – o grupo de estudantes foi levado com a farda do Colégio Tiradentes para a Central de Flagrantes, à presença do delegado. Ao passo em que, pais dos respectivos alunos eram comunicados do episódio por telefone.
O delegado Antônio Carlos Machado alegou que, após assistir ao vídeo, não constatou a existência de elementos convincentes para o Ato Infracional. “Não senti convicção para o flagrante”, disse. Ele registrou o caso num Boletim de Ocorrência, que foi enviado à Delegacia de Crimes Contra Menores e à Promotoria da Infância e da Juventude, sob a responsabilidade da promotora Alexandra Beurlen.
Mas, no Ministério Público Estadual há o entendimento que o procedimento da militar que conduziu os menores à Central de Flagrantes foi uma atitude correta e providencial e que há indícios de Ato Infracional. Ou seja, o MP entende que pode ter havido vítima de tentativa de estupro de vulnerável.
Os menores serão chamados à presença da promotora e contarão a sua versão para o caso, bem como as duas policiais militares que presenciaram o fato. Não está descartada a hipótese do indiciamento de um menor por Ato Infracional– ato libidinoso ou tentativa de estupro. Vale lembrar que, nas imagens, aparecem sete meninos e duas meninas.

 (…)

SAIBA MAIS SOBRE O ASSUNTO NA EDIÇÃO DO O DIA ALAGOAS DESTA SEMANA

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados