Ministério da Saúde é cobrado sobre respiradores para AL

Governo Federal ainda não tem previsão para envio dos equipamentos

Ministério da Saúde é cobrado sobre respiradores para AL

Governo Federal ainda não tem previsão para envio dos equipamentos

Por Redação com Assessoria | Edição do dia 8 de maio de 2020
Categoria: Notícias, Saúde


Os Ministérios Públicos Federal (MPF) e Estadual de Alagoas (MP/AL) requisitaram informações ao Ministério da Saúde sobre o cronograma estabelecido para a entrega dos 30 respiradores prometidos ao estado desde o início da pandemia. O documento emitido também pede orientação sobre qual procedimento deve ser feito para disponibilização de efetivo da Força Nacional de Saúde no apoio à prevenção e combate do novo coronavírus.

Os órgãos pedem posicionamento do Ministério da Saúde por conta da preocupação gerada pelo rápido avanço da Covid-19 em Alagoas, se mostrando o oposto do que se esperava com a implementação de medidas restritivas estabelecidas pelo governo estadual. Com isso, apesar dos esforços do Poder Público local em atender ao crescente número de pacientes infectados pelo vírus, o MPF e o MPE/AL veem como imprescindível a colaboração da União para a promoção, proteção e recuperação da saúde da população alagoana.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas, o Ministério da Saúde comunicou, no início de abril, o envio de 30 respiradores para montagem de leitos de UTI no estado. Mesmo diante do Estado de Calamidade Pública, a data para a entrega dos equipamentos ainda não foi divulgada. Com a expedição do documento, os MPs esperam resposta do Ministério, no prazo máximo de cinco dias, com o cronograma de envio dos equipamentos.

Outra questão levada pelos MPF e MP/AL ao Ministério da Saúde está relacionada à limitação no recrutamento de pessoal para a operação dos leitos. O auxílio da Força Nacional do Sistema Único de Saúde é considerada pelos órgãos ministeriais como uma medida essencial na prevenção e no combate à Covid-19 em Alagoas.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados