Michel Temer é vaiado na abertura da Paralimpíada

Michel Temer é vaiado na abertura da Paralimpíada

Por | Edição do dia 8 de setembro de 2016
Categoria: Notícias, Política | Tags: ,,,,


A participação de Michel Temer, o presidente da República, na cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos, nesta quarta-feira (07), no Maracanã, foi discreta, mas nem por isso o mandatário escapou dos protestos. Durante a sua rápida fala, que decretou o início do evento, Temer foi vaiado.

A breve declaração de Temer: “declaro abertos os Jogos Paraolímpicos do Rio de Janeiro-2016” se deu logo depois dos discursos de Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), e Philip Craven, presidente do Comitê Paralímpico Internacional (CPI), após mais de 2h30 do início da festa.

O presidente, ao lado da primeira-dama Marcela (que bateu palmas no momento da fala do chefe de Estado), não escapou do público com gritos de “fora, Temer”. A imagem de Temer inclusive demorou para aparecer durante a declaração. Logo depois do discurso e do juramento dos atletas, o peemedebista foi embora conduzido até a saída da tribuna por Nuzman e não viu a pira ser acesa por Clodoaldo Silva.

A assessoria da presidência se manifestou após o evento. “Sobre as manifestações na abertura dos Jogos  Paraolímpicos: o Brasil vive em regime de plena democracia. Portanto, quaisquer manifestações populares são naturais e normais”, comentou.

Nuzman, aliás, teve de interromper sua fala por manifestações políticas, logo depois de agradecer aos governos federal, estadual e municipal pelos “esforços praticados”. Os presentes começaram com gritos de “fora, Temer”, e o presidente do COB imediatamente parou seu discurso. Na sequência, outra parte se manifestou com vaias e gritos de “Brasil”.

Não foi a única que vez que o presidente foi lembrado negativamente no Maracanã. Antes mesmo de a festa começar, o estádio gritou em alto e bom som um “fora, Temer”, seguido de vaias. Na hora do hino brasileiro, tocado no piano pelo maestro João Carlos Martins, também ocorreram tentativas de atos isolados contra Temer, abafadas por outros presentes.

Temer evitou ao máximo se expor. A exemplo do que aconteceu na abertura da Olimpíada, não foi apresentado no início da cerimônia – desta vez sua apresentação nem estava prevista no roteiro. O presidente, nas imagens da transmissão, apareceu animado apenas uma vez, ao sorrir e aplaudir de pé a entrada dos paratletas brasileiros.

Vale lembrar que Temer, na abertura da Olimpíada, passou por situação semelhante e, mais adiante, optou por não participar do encerramento da Rio-2016.

A quarta-feira, mesmo fora do Maracanã, foi marcada por manifestações contra o presidente em algumas capitais do país, como São Paulo e Recife. Em Brasília, Temer participou do tradicional desfile de Dia da Independência, no qual também foi recebido com protestos.

Deixe uma resposta

Publicidade
 
 
Publicidade

2019 O dia mais - Todos os direitos reservados